MÍDIA

REVISTA MUNDO ESTRANHO

Participei como consultora numa matéria sobre a Rússia na revista Mundo Estranho e o link está aqui para quem quiser ver :

http://mundoestranho.abril.com.br/materia/7-bizarrices-sobre-a-russia

capture-20160307-102448

SITE UOL

Entrevista para UOL

ENTREVISTA PARA UOL EDUCAÇÃO – SETEMBRO 2012

CLIQUE AQUI para ler o texto na íntegra.

Tatuí, 16 de Março de 2012

CLIQUE AQUI para ver o post que me inspirei para escrever o artigo dessa vez

Jornal É Notícia – Tatuí/SP

26/08/2011

“Tulipas em Novgorod” foi um texto inspirado no texto “Corra Lola , Corra” — CLIQUE AQUI para ver o texto..!

Jornal É Notícia – Tatuí/SP

Julho/2011

CLIQUE AQUI para ler o texto (o original, sem as pequenas mudanças para jornal ).

Jornal É Notícia 

Tatuí – SP 10/06/2011

Desmistificado preconceitos…

Hoje falarei da minha viagem mais recente, da qual acabei de chegar : Bolívia.

Quando eu comecei a dizer a todos que eu estava indo para Bolívia, eu ouvi muitas críticas, sugestões, recomendações , e é claro, uma pitada do bom e velho terrorismo. Como já estou acostumada  com esse tipo de opinião, eu fiquei ainda mais curiosa sobre o país. Afinal, não pode ser somente o país mais pobre da América Latina ? não pode ser somente um dos maiores fornecedores de entorpecente ? Tem que haver mais !Pois bem, comecei a procurar websites e blogs de viajantes que contam suas viagens à Bolívia, para eu pegar dicas de lugares para conhecer. Para meu espanto, nesses blogs só faziam comentários ruins, pela pobreza, pela altitude, pessoas passando mal, pessoas sendo levadas ao hospital, pessoas dizendo que a Bolívia seria somente uma grande favela, e outras coisas nada agradáveis. O terrorismo continuou, mas eu persisti. Agora fiquei mais ainda motivada para conhecer esse país , terra da civilização Inca , terra da cultura indígena, terra das montanhas mais belas do mundo, terra de um dos picos com a maior altitude do mundo. Eu tenho que conhecer. Teve um blog que eu li, que me assustou um pouco.(risos). A menina dizia que para se acostumar com a altitude, a pessoa teria que ficar parada, sem fazer quase nada, por uns três dias. ( Meu Deus ! minha viagem era de três dias apenas ! não posso ter o luxo de passar mal, jamais. ).

Eu me animei mais quando eu comecei a pesquisar o que eu poderia fazer no país, nas redondezas de La Paz e também dentro da cidade. Comecei a ler uns blogs internacionais, de Europeus e Americanos e me animei mais ainda, pois a visão deles é MUITO MAIS otimista que a visão dos blogs brasileiros. Então me encantei pela Montanha Chacaltaya. Decidi que iria pra Bolívia para subir essa montanha. Era meu objetivo e pronto. Me aguçou mais ainda quando TODOS os blogs brasileiros , as pessoas reclamam dessa montanha….aí eu tinha que ir lá MESMO !!! Fui. Subi a montanha Chacaltaya, um dos lugares mais lindos e sagrados que eu estive. Não passei mal, não me aconteceu nada, nem na montanha , nem na cidade, em nenhum lugar. Também visitei reservas arqueológicas Tiwanacu, que é considerada uma relíquia no mundo ! foi o centro da civilização Inca, onde encontramos os antigos calendários daquele povo que até hoje, traz muita riqueza para aquele lugar.

Mas no geral, com montanha linda ou sem montanha, eu amei Bolívia e amei a cidade de La Paz ! não é uma grande favela não, é que a cidade é muito alta, rodeada por morros onde há casas ! Claro que é pobre, o país é pobre, o povo é pobre…mas isso não ofusca a beleza da arquitetura, das ruelinhas, da cultura, das casas, de tudo !! Eu achei La Paz linda, com uma vista de tirar o fôlego !!! você está dentro da cidade e vê aquela montanha nevada de fundo……quem não queria uma vista daquelas ???

Vejo como o povo brasileiro é preconceituoso. E muito pior, para chamar um país inteiro de “grande favela”, é por que não conhece o próprio Brasil. Para essas pessoas, a viagem ideal mesmo é “compras em Miami” e “compras em NY” , lá eu tenho certeza que essas pessoas se sentirão muito bem.

Jornal É Notícia – Tatuí /SP, 13/05/2011

Jornal É Notícia

08 de Abril de 2011  

Novamente, um texto meu sobre viagens saiu no jornal É Notícia aqui da minha cidade. Um super beijo pra Tati !

O jornal É Notícia de Tatuí, além de trazer as principais notícias e informações de Tatuí e região, ele é um jornal super descolado, que também tem como seus leitores o público jovem formadores de opinião. Ah, e o formato dele é como revista, um diferencial que eu, particularmente, adoro !!!

http://jornalenoticia.blogspot.com/

21 de Março de 2011

CLIQUE AQUI para ler o meu texto que saiu essa semana no jornal

Jornal É Notícia

Tatuí-SP

07 de Fevereiro de 2011

Onde tudo se mistura.

O aroma dos temperos, as cores dos lenços, a musicalidade dos “flautistas de cobras dançarinas”, o calor das cabeças de cabras fervendo na panela se exalando por toda a praça, carros, motocicletas, cavalo, camelo, gente, o verdadeiro caos, um turbilhão de diferentes emoções, uma confusão contagiante chamada Marrocos.

Aqui falo como viajante, mochileira, e não como turista. Vivência é o que importa, e não hotel quatro estrelas com café da manhã internacional. Como disse um mochileiro Europeu, que ficara no mesmo hostel (albergue) que eu: “não quero ovos mexidos! Quero cabeça de cabrito”.

Marrakech é a cidade onde tudo acontece. E o melhor está no contraste, a exuberância das Mesquitas Muçulmanas, dos jardins exóticos de “Alah”, das muralhas e torres Islâmicas, um verdadeiro cartão postal que tira o fôlego de qualquer viajante. E por falar em tirar o fôlego…o outro contraste é o que o viajante sente na pele, no ar, na comida – o povo, a cultura, a tradição, onde tudo acontece , onde está a “gente de verdade” de Marrakech – a Medina. A confusão toma conta do dia e da noite. O caos tem um cheiro típico da cidade. Tudo se compra, tudo se vende, tudo se come. Barracas e mais barracas de comidas típicas, marroquinos fazendo trocas de mercadorias em plena praça, cobras dançando, música sem parar, lenços e mais lenços, lâmpadas mágicas e “tapetes voadores”, tudo se negocia aqui na Medina. A realidade se instala. O marroquino rico não chega aqui. Aqui é tudo de verdade.

Labirintos dentro de verdadeiras cavernas, nos levando às mais exóticas “vendinhas”, incluindo as mais populares que são as de lenços e colares, verdadeira preciosidade! um caminho sem fim, portas e mais portas, tudo de pedra, todas fechadas – provavelmente moradias , incluindo a porta que eu procurava toda vez que voltava à noite, a porta do meu albergue. Minha rotina à noite, passar pelo labirinto de pedras, contar as portas por onde eu passava, as lojinhas específicas que eu havia memorizado, até chegar ao meu “conforto internacional “- meu albergue – caminho que me fez ficar perdida várias vezes nos primeiros dias.

Fala-se Francês quando é conveniente, fala-se árabe quando é ainda mais conveniente. Não se engane! faz-se calor e também faz-se frio. Assim é nas Montanhas do Atlas, nas redondezas de Marrakech, onde podemos ver o povo mais tradicional e nativo do Marrocos, o povo Berbere – aquele que vive nas montanhas geladas. Parece outro país! Lugares cobertos de neve, cachoeiras, pontes suspensas de tábuas, e vilareijos rurais – camelos. Um outro Marrocos, um povo diferente, um povo que não fala francês nem inglês, mas que oferece chá de hortelã como cortesia.

Marrocos é colorido, saboroso, cheiroso e muito sonoro. Onde quer que você se perca, seja nos ricos jardins contemporâneos ( os que com certeza devem lembrar os da Babilônia ), nas escadarias das torres que chamam o povo às preces, nas montanhas desertas de um país primitivo, nas cavernas habitadas e inabitadas, ou mesmo no calor do caos das praças da Medina, onde tudo se mistura – o velho e o novo, e se torna um só – Marrocos.

Jornal É Notícia

Tatuí – São Paulo  31 de Janeiro de 2011

A arte foi do Walter Porciuncula, colunista do Jornal É Notícia , de Tatuí-SP.

Conheça o blog dele sobre filmes e dê pitacos : www.pipocacompimenta.com.br

PS. colocaram meu sobrenome invertido…rsrs…mas tudo bem…rs

05 de Fevereiro de 2010



Anúncios
  1. joao lucas
    20 de fevereiro de 2015 às 6:37 PM

    alquem sabe

  2. joao lucas
    20 de fevereiro de 2015 às 6:27 PM

    procuro a mae do evando dos santos nome da mae lucia dos santos 36anos foideixado nesse orfanato reconpensa 100 rs

  3. 26 de março de 2014 às 6:43 PM

    A sua história é muito interessante! Muita diversidade cultural ! Adorei! 🙂

  4. Jiovana Lima Piccin Saade
    29 de fevereiro de 2012 às 10:20 PM

    Uau menina que chicK!!!! Não te conhecia gora leio todos os seus post!! Amo suas viagens, fico imaginando que se não fosse casada, mãe de uma mocinha de 3 anos e tivesse din din na carteira dava a louca e viajava como você! Parabéns sonho acordada vendo suas fotos!!!

  5. 8 de dezembro de 2011 às 10:16 AM

    Uauuuu!!!!!!

  1. No trackbacks yet.

Adoro comentários ! respondo todos :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: