Uncategorized

My heart

4E95F691-F054-4B08-8C9E-9473FDFA3E76

Anúncios
Albergues, Dicas, Hotéis

Meu primeiro Airbnb

Demorou , né ? Acho que é por que eu sempre tive o hábito de ficar em hostels (albergues), eu nunca tive muito dinheiro mesmo pra ficar em hotéis, então sempre fiquei em hospedagem barata. E mais, no Brasil eu sempre tive um pouco de receio, mas fui ! A princípio eu fui por que não tinha outra opção mesmo, não poderia ficar em hotel, o mais barato pra mim está muito caro.

Como funciona o Airbnb ? 

  • você entra no site e cria um perfil. É bom você preencher o perfil inteiro e colocar fotos, afinal, você também quer ser um hóspede desejável, já que eles podem recusar a sua estadia.
  • você filtra o que está procurando, filtra por numero de quartos, banheiros, localização, etc ….
  • você procura pelas pessoas mais qualificadas. Isso acho importante pela segurança.
  • mesmo que o calendário da pessoa esteja livre para as suas datas, é bom mandar uma mensagem primeiro para ela e confirmar se realmente naquele dia o apartamento estará disponível.
  • aí você faz a reserva e já paga. Pode ser cartão de crédito ou boleto bancário.
  • você não pagará nada para a pessoa no momento da estadia, é tudo feito pelo site.
  • por mensagem no site do Airbnb, combine com seu anfitrião o horário que você vai chegar e veja a disponibilidade de horário de check in .
  • antes de chegar, é bom você tirar uma cópia do seu documento, caso seja um prédio, para deixar na portaria e você ter livre acesso como visitante.
  • e pronto ! respeite as regras da casa onde você vai ficar, tome conta do lugar como se fosse seu, seja também um hóspede querido e desejado por todos os anfitriões do Airbnb .

Enfim, a maioria das pessoas pegam Airbnb o apartamento inteiro. Eu fiz diferente, eu aluguei o quarto apenas e fiquei com a pessoa morando na casa, obviamente por que é muito mais barato e era isso mesmo que eu podia pagar.

E deu super certo ! Claro que procurei bastante, peguei um lugar bem legal, super bem decorado, localização show de bola e a uma pessoa bem qualificada dentro do site do Airbnb que é super importante. O negócio é fuçar e procurar bastante . Foi tudo muito tranquilo, o quarto era super confortável, o apartamento super lindo e a pessoa super solícita e simpática. Logo na chegada eu já deixei uma cópia da minha identidade com o porteiro e já peguei as chaves do apartamento com a dona.  Ela também servia café da manhã e me disse para pegar o que eu quisesse da geladeira para o café. Também me forneceu toalhas , lençóis, secador de cabelo, como um hotel mesmo. Também deixou no quarto todas as informações como senha de wifi, regras da casa, etc.

Gostei muito ! o que eu gastaria 200 reais a noite ( no Ibis Budget Paulista ), eu gastei 74 reais a noite também ali pela Paulista. Olha, nunca mais hotel quando eu tiver que pernoitar em São Paulo ! nunca mais ! E nesse caso muito menos, que eu tive que ficar três noites. Imagine só a fortuna ? jamais.

Amei minha experiência, super recomendo, comigo foi tudo tranquilo e perfeito, não tenho o que dizer.

É só procurar com calma e escolher pessoas que tem boas qualificações, acredito que assim não haja erro .

Agora a minha intenção é experimentar um Airbnb internacional , quem sabe  ?

Uma foto do apartamento onde fiquei :

http://www.airbnb.com.br

saopaulo

Lollapalooza Brasil – Minha experiência

Esse é um tutorial para você que vai pela primeira vez ao Lollapalooza Brasil ! 

Como é o festival Lollapalooza ? Como chegar até o Lollapalooza no Autódromo de Interlagos ? O que comer ? como se vestir ? bom, vamos por partes ……

Fui aos três dias do Lollapalooza esse ano , 2018 aqui em São Paulo, que aconteceu nos dias 23, 24 e 25 de Março no autódromo de Interlagos . O meu ingresso eu comprei há vários meses, já os três dias , num preço de primeiro lote, bem abaixo do normal. Depois o preço de apenas um dia estava o mesmo valor que eu paguei os três dias. Fica a dica ! Ah ! não tinha saído ainda quais bandas iriam tocar e eu comprei às cegas, por isso paguei bem menos . Mas como eu já sabia que viria banda muito boa, eu não me importei . Pelo menos algumas bandas eu tinha certeza que iria gostar. PS> vale ressaltar que desde que morei nos Estados Unidos, em meados da década de 90, eu sempre quis ir ao Lollapalooza, pois na época era o festival mais popular lá.

1 –  A pulseira ” cashless “

Gente, o ingresso é uma pulseira. Eu fiquei 3 dias com essa pulseira sem poder tirar do braço, ela tem uma trava que você não tira de jeito algum, só com tesoura mesmo, por isso a segurança de não ser roubado nas ruas de São Paulo. Essa pulseira se chama “chashless”, pois tem um chip onde você coloca dinheiro com seu cartão de crédito e depois só vai passando ela nas maquininhas pelo Lollapalooza quando você for comprar alguma coisa. Ela funciona como um cartão de crédito que você recarrega antes no site deles ou depois durante o festival nos caixas espalhados por lá. Super simples, prático, fácil e maravilhoso, pois você não precisa levar dinheiro, comprar ficha, enfrentar filas, enfim, amei esse sistema ! Para a nossa segurança dentro e fora do festival, é incrível ! Ah, recomendo que já recarregue a pulseira antes do festival começar !

2- Transporte

Trem, trem , trem ! Gente, pelo amor de Deus, vão de metrô e trem, pois dá certinho ! A estação que você desce é a estação Autódromo. O mais comum é sair do terminal da linha amarela do metrô Pinheiros e lá mudar para a linha da CPTM (trem) sentido Grajaú e depois de uns 30 minutos, descer na estação Autódromo. Da estação Autódromo até o festival , você anda uns 15 minutos, dependendo do número de pessoas indo junto na mesma direção, pois aquilo enche de gente ! O caminho é todo guiado por policiais, vendedores e muita, mas muita gente fazendo o mesmo trajeto, então não tem erro. Mesmo que você não seja de São Paulo, você será levado pela multidão e vai chegar ao destino com segurança. As ruas da região são fechadas para podermos passar. É incrível. Marcas de salgadinhos, bolachas também estão lá para dar brindes pra gente, é o máximo ! Ah ! as pessoas da região também abrem suas garagens para vender água, cerveja, até banheiro eu vi eles oferecendo ! Então esse trajeto é super seguro, tranquilo e super recomendado. Na volta é a mesma coisa, uma multidão voltando junto. Eu só recomendo que vocês saiam um pouquinho antes de acabar totalmente ( uns 15 min antes de acabar o ultimo show ) para pegar o trem sossegado de volta pro hotel ou pra casa. Gente, pra mim deu super certo todos os dias e não gastei 1 centavo com Uber, nem taxi, nem gasolina, nem estresse com carro, nem fortuna com estacionamento, nem nada ! somente 4 reais de passagem do trem 🙂

3 – Comida

Comida em festival é cara, normal. Não chega a ser um super absurdo, mas não é barato não. Uma pizza brotinho do Domino’s estava 25 reais, um hamburger gourmet de chef famoso estava 35 reais, o hamburger do Giraffa’s estava a 22 reais,picolé kibon em média estava 7 reais, água 6 reais e cerveja com copo decorativo do festival estava saindo por 13 reais. Esses são os preços desse ano ! Quer economizar na comida ? leve alimentos industrializados, tipo salgadinhos fechados, bolachas, clube social, barrinhas, chocolates e afins. Tudo tem que estar fechado, ok ? senão não entra. Acredito que a única coisa que você poderá economizar é na comida, pois água, refri e cerveja não tem jeito, você vai beber muito ! especialmente por que estava um calor dos infernos, e mesmo você levando água de fora , ela ficará quente(só pode entrar copos lacrados, garrafas são proibidas ). Pelo festival tem  muitos lugares para comer, além dos bares do próprio festival , também tinha vários Food Trucks, praças de alimentação, Chef’s Stage , que são os chefs famosinhos e conhecidos por São Paulo, geralmente de restaurantes conhecidos, tem muita comida por lá gente ! muita ! são todos espalhados pelo autódromo. Isso sem contar as comidas que chegavam a você, como hot dogs, hamburgers , sorvetes, etc…

4- O que levar ?

Bom, nesses três dias agora que eu fui não caiu uma gota de chuva, ou seja, sol de 30 graus todos os dias naquele lugar aberto em cima de nossas cabeças, um calor ultra mega insuportável !!! mas não vamos reclamar, muito melhor que chuva, né non ? Então o que eu recomendo MUITO vocês levarem é :

  • protetor solar (aplicar sempre )
  • boné ou chapéu
  • óculos de sol
  • capa de chuva ( vai que… )
  • documento
  • 50 reais ( just in case )
  • lencinho de papel
  • protetor labial ( ou batom, gloss )

Foi basicamente isso que eu levei ! Como já disse, não precisa levar dinheiro por causa da pulseira que você já recarregou antes do ínicio do Festival. Se você não recarregou, vai ter que levar cartão de crédito e recarregar lá na hora. Não levem carteira, coloquem o cartão ou dinheiro dentro do documento, sabe  ? Eu fui de bolsinha transversal mas muita gente gosta da mochila, eu prefiro a bolsinha , assim não fico com dor nas costas .

5- Segurança

Gente, tanto o trajeto da estação de trem para o festival e também lá dentro eu me senti super segura e nem um pouco ameaçada. Foi tudo muito tranquilo e não vi nada que pudesse me ameaçar. Nem voltando de madrugada, era muita gente na rua e nenhum momento eu tive medo. Lá dentro a maioria está como você, quer se divertir, ver shows, pagou caro pelos ingressos, então é bem difícil acontecer alguma coisa do tipo. Mas é bom não vacilar , né ? acho que o que pode acontecer é roubinho por ocasião, você vacila, coloca o celular no bolso de trás da calça e vem um mal intencionado e pega . Então é só não dar sopa, não vacilar , nada acontece, todos estão na mesma vibe que você. Ah, muitos policias fora, dentro, seguranças, bem legal essa organização.

6- Onde se hospedar ?

Se você seguir minha recomendação de ir ao Lollapalooza de metrô e trem, o que eu recomendo é ficar perto de uma estação de metrô da linha amarela ( que será a sua conexão para o trem ). Eu sempre fico na região da Paulista , do metrô Paulista (linha amarela ) e deu super certo, melhor impossível. Eu fui sozinha e pra mim foi uma mão na roda, já que final de semana na região da Paulista é super movimentado e tem gente na rua até tarde. Então voltei super tranquila e estava cheio de gente com a pulseira do Lollapalooza na região, tendo em vista que estavam hospedados lá também. Não fiquem hospedados na região de Interlagos, pois é uma ilha deserta isolada sem nada para ver, passear ou fazer, e ainda uma região perigosa para ficar voltando à pé.

7 – Se movimentando pelo Lollapalooza

Gente, o lugar é uma cidade de tão grande ! Cacilda, esse autódromo de Interlagos é ENORMEEEEEEEEEEE ! então o que quer dizer ? você anda muito, mas muito ! Foram quatro palcos , um bem distante do outro. Muitos shows acontecem apenas com 5 minutos de diferença ou alguns acontecem ao mesmo tempo. Então eu recomendo que você pegue a programação, todo o horário ( eles te dão na entrada ) e escolham com cuidado os shows mais importantes que vocês queiram ver. Lembrem-se que de um palco para outro é uma caminhada, então não queiram fazer tudo , vocês não vão conseguir. Se tiver bandas com horários próximos, saia umas músicas antes para garantir lugar para a outra bando no outro palco. Os portões abrem às 11:00 e a partir das 11:45 já tem banda tocando, o que é bem legal. Então dá pra chegar cedo e já ir aproveitando e se aquecendo para as bandas da noite 🙂 Então não se esqueçam que o lugar é gigantesco e que nada é perto dentro do Lollapalooza. Otimizem seu tempo para assistir as bandas que você é fã . 🙂 Eu consegui ver tudo o que queria e deu pra ver legal, tranquilamente. Mas tive que deixar de ver bandas que eu não era muito fã, então temos que fazer escolhas.

8 – O que vestir ?

O Lollapalooza é um festival muito conhecido pelas pessoas se vestirem de uma maneira bem descoladas e estilosas. Então, abuse da criatividade ! Muita gente cheia de glitter, paninhos no cabelo, lacinhos, enfim, tem de tudo e é muito democrático. Só uma coisa vale ressaltar : não sacrifique jamais o seu conforto ! não se esqueça que o dia será de muito sol, será muito cansativo, você vai andar muito, então conforto é essencial. Sempre indico que vá de tênis, é a melhor coisa, pois o pé vai cansar muito e vai chegar até doer, principalmente se você comprar os três dias ! o mais comum que você via lá era camisetinhas de bandas, jeans (calça ou shorts ) e tênis. Estilo é bacana, mas conforto é fundamental.

9 – O Público

Gente, tem de tudo ! Desde garotada adolescente até pessoas acima dos 50, 60 anos  ! O legal é que estão todos na paz, na mesma vibração que a sua . O negócio é relaxar e não se estressar com nada, a gente está lá para dançar, se divertir, gritar quando a nossa banda favorita entra no palco, enfim, o Lollapalooza é um festival pra todo mundo e para vários gostos e estilos musicais. Vi várias famílias lá com crianças correndo pelo gramado, é um ambiente bem familiar e muito gostoso. Novamente eu digo, não presenciei nada estranho, nada que me ofendeu, ou que me ameaçou, tudo na paz ! ❤

10 – O “meu” Lollapalooza

Gente, o meu Lolla foi simplesmente demais ! Sabe a realização de uns sonhos de adolescência ? pois é ! vi bandas que pra mim sempre foi um sonho  ! Red Hot Chilli Peppers por exemplo, eu fiquei bem perto do palco, foi demais, maravilhoso, eles tocaram todos os hits ! Também teve duas bandas maravilhosas que eu adoro e que muita gente não conhece, The National e Spoon, os shows deles foram demais e o palco ficou só pra quem é fã mesmo, pois muitos não conhecem ! Foi demais !!! The Killers me surpreendeu muito, os caras mandam MUITO BEM e também tocaram muitos hits que todos conhecem, me diverti muito. Assisti um show muito bom também de uma banda de rock q eu não conhecia, o VOLBEAT, amei e virei fã ! Liam Gallagher pra mim é tudo, também fiquei perto do palco e deu pra curtir o show e cantar junto todas as músicas pois ele tocou muito Oasis ( que eu já vi o show em 1997 ! ), foi maravilhoso, me emocionei nesse show. Agora um show que acho que foi o melhor de todos e visivelmente o mais lotado de gente foi o Pearl Jam ! Meu Deus que show foi aquele ???!!!!!!!!!!!!!! Eddie Vedder estava num pique !!!!!!!!!!!!! falou português várias vezes, bebeu vinho no palco, chamou Perry Farrel no palco pra cantar junto ( o cara é o inventor do Lolla ), meu, foi demais. Pra mim acho que foi o melhor show dos três dias. Sem contar que eles tocaram todos os hits do Pearl Jam, novamente de volta à minha adolescência, um sonho realizado. Gente, sem explicação, esse Lollapalooza pra mim foi um SONHO REALIZADO. E como é bom realizar sonhos ….. ❤

Enfim, pontos negativos ? não me lembro de nenhum, exceto os preços da água, refri e cerveja. Acho só isso mesmo. Pra vocês terem uma ideia, eu não sou de beber, não bebo muita cerveja, e eu gastei uns 70 reais por dia . Gastei bem pouco comparado às pessoas que bebem bastante cerveja. Então pensem nisso antes de recarregar a pulseira cashless e calculem mais o menos quanto vocês vão gastar. Fiz algumas amizades e tinha gente me contando que em 2 dias já tinha gasto uns 500 reais. Então se organizem e já planejem isso antes do festival, que tudo dá certo 🙂

SALDO FINAL  : AMEI AMEI AMEI AMEI AMEI ! Iria de novo ? SIM ! Iria os 3 dias de novo ? SIM, com certeza ! acho que não compraria um dia só, não compensa ! 

Até 2019 ? quem sabe …….. 

https://www.lollapaloozabr.com/

Livros, Resoluções

Resoluções 2018 – Leituras Março

Até agora final de Março esse mês foi bem nebuloso pra mim, com início de muitos problemas que vão perdurar aí por algum tempo. Fazer o que , né ? pois é, o que eu fiz ? me preocupei, me preocupei muito, me estressei demais, passei nervoso e decepções, ou seja, mês maldito que só melhorou agora com alguns acontecimentos maravilhosos . Mas no geral , foi o pior.

Por isso não tive cabeça para muitas leituras e não cumpri a meta dos dois livros ao mês.

Mas pensando bem, como já tinha lido quatro livros mês passado e mais em Janeiro, acho que o saldo ainda está ótimo.rs

O único livro (livrinho) que li em Março foi um livro muito divertido, porém estilo auto ajuda. Todos já leram, eu sei, mas eu ainda não tinha lido.Não é o tipo de livro que costumo ler, na verdade nunca gostei, mas estou passando por uma fase de transição extrema na minha vida, fechamento de ciclo, e estou precisando de uns livrinhos como esse.

saopaulo

Rolezinho em SP Kazamiga

Ahhh, tudo de bom esse rolezinho ! e olha, com grande estilo…! a gente não se cansa da nossa capital né ? eu pelo menos não, adoro ir para um dia ou um final de semana, sempre tem alguma coisa diferente pra ver, pra curtir, pra visitar… além das inúmeras galerias que sempre tem pela cidade e que as vezes a gente ainda não conhece, normal.

Bom, chegamos já na sexta feira , por enquanto duas de nós. A terceira chega só antes do teatro. Escolhemos fazer esse rolezinho dessa vez pois queríamos ver uma peça de teatro. Enfim, até a outra amiga chegar , demos um rolê pela Oscar Freire e fomos almoçar empanadas na Paola Carosella, o La Guapa. Eu adoro esse lugar e apenas conheço a unidade dentro da Livraria da Vila, sabe ? aiiii q delícia ! estava com saudades dessas empanadas, como amo ❤ Depois de umas voltas ainda tomamos um sorvete no Ben & Jerry’s — aquele gostinho de 1996 que eu levo pra vida toda. Viva USA ❤

A outra amiga chegou ! yes ! começamos a nos preparar para o teatro ……

Teatro Raul Cortez . Peça : Os Guardas do Taj. Elenco : Reinaldo Gianecchini e Ricardo Tozzi. Simplesmente maravilhosa ! É uma história bastante emocionante com picos de comédia. Mas olha, é muito mais emocionante e nos faz pensar na vida. Que coisa mais linda. A nossa amiga Ilza é simplesmente apaixonada pelo Gianecchini e acabamos dando um jeito de encontrá-los depois da peça. Simpáticos, queridos e lindos. Simplesmente uma noite para ser lembrada !

Já madrugando….. meia-noite mais ou menos, fomos comer na padaria Bella Paulista, pertinho to hotel onde ficamos. Que hamburger foi esse SENHORRRRRRRRRRRRR …. ficamos lá, comendo, conversando, e falando sobre Os Guardas do Taj, o quanto essa peça é linda e que recomendamos a todos.

Sabadão outro dia de passeio ! Fomos tomar café na Padaria do Shimura, unidade Shopping Cidade de SP. Eu sempre tenho que comer aquele cookie, pra mim é o melhor do MUNDO INTEIRO, sério gente. Fica a dica.

Depois do nosso cafézinho fomos até à Pinacoteca.

Aí voltamos pra Paulista e visitamos o Japan House , Casa das Rosas, Instituto Moreira Salles e algumas exposições no FIESP

E como não poderia ser diferente, um cafézinho na Patisserie Douce France que tem dentro do prédio da FIESP – amo ❤

Á noite fomos jantar no Paris 6 – lugarzinho que eu nunca tinha ido. Olha, gostei, comidinha gostosa, sobremesa gostoso, tudo gostoso , mas sinceramente ? nada de espetacular. Fomos bem atendidos, a casa estava cheia com gente bonita, ambiente muito lindo, aconchegante , tudo de bom. Mas não sei por que eu esperava mais …. bom, é isso , gostei mas não amei de loucura ! Os pedidos foram nhoque à carbonara , nhoque com camarões, salmão com crosta de gergelim, cheesecake de morango e grand gateau.

No próximo dia acordamos e na volta pra casa paramos na padaria do Olivier Anquier, Mundo Pão do Olivier. Essa padaria eu já conhecia, acho que fui pra lá umas quatro vezes e sempre como o croissant deles que é perfeito ! adoro.

Livros, Resoluções

Resoluções 2018 – Leituras de fevereiro

Antes de tudo, CLIQUE AQUI para ver o post sobre as resoluções que me comprometi pra 2018

Me propus a ler dois livros por mês nesse ano de 2018 e estou me saindo muito, lendo mais que dois livros por mês, pelo menos até agora. Fevereiro nem acabou ainda o mês ! Não se esqueçam que a ordem dos livros citados aqui abaixo é a ordem do meu “gostômetro” rs. E se quiserem ler as resenhas desses livros, é só entrar no meu blog sobre livros aqui no link : http://euleio-lurussa.blogspot.com.br/

1- Questão de Confiança, Louise Millar

2- Girl in a Band, Kim Gordon

3- Eu Sou as Escolhas que Faço, Elle Luna

4 – Stolen, Lucy Christopher