Início > Depoimentos > Depoimento de Viajante – Pedro na Rússia

Depoimento de Viajante – Pedro na Rússia

23 de fevereiro de 2012 Deixe um comentário Go to comments

A minha viagem para a Rússia foi inesquecível. Tudo começou há mais de um ano atrás quando eu decidi em buscar as minhas origens e aprender o idioma russo. Tentei várias vezes achar um professor particular de russo em Brasília, mas devido à escassez de profissionais na área fui começar a aprender pela internet em um site de aprendizagem gratuita de línguas. Foi lá que eu conheci a Anya, que me ajudou com o idioma e que com o passar do tempo e longas conversas pelo Skype se tornou minha namorada. Estou aprendendo o idioma desde então e me apaixonando cada vez mais por esse povo interessante, e principalmente a Anya, claro.

Foi então que eu decidi me encontrar com Anya na vida real e conhecer o país dos meus antepassados. Passei ao todo um mês na Rússia em uma cidade pequena no interior da República da Chuvashia (Чува́шская Респу́бликa / Чăваш Ен), chamada Shumerlya (Шумерля ou Çĕмĕрле), durante o inverno de 2012. Foi um mês sem palavras, muito divertido. A vida em uma cidade no interior da Rússia é muito diferente do que a vida no Brasil. Eles falam outra língua além do russo dentro da Chuvashia, o que gerou certas situações um tanto interessantes, como quando um senhor bastante embriagado e falando que era um veterano da guerra do Afeganistão começou a discutir comigo em chuvash enquanto eu explicava que eu só falava russo no meio da rua; e no final ele traduzir do chuvash para o russo que ele estava apenas me pedindo um cigarro!!!!! Um dos problemas é que a minha namorada também não fala chuvash e quando encontrávamos alguém que começava a falar em chuvash nós ficávamos mais perdidos do que cego em tiroteio!

Sem dúvida a língua russa é uma das mais difíceis no mundo e foi graças à Anya que eu conseguia me comunicar sem muitos problemas com todos, mas a comunicação com a sua família foi mais fácil, pois todos tiveram muita paciência comigo, pois nós brasileiros, somos ainda muito exóticos para eles. Eles me disseram que com certeza eu era o primeiro brasileiro em sua pequena cidade no meio de duas florestas e banhada pelo rio Sura.

Há muitas diferenças entre o Brasil e a Rússia, mas há também muitas semelhanças. As diferenças começam na culinária e no modo de tratamento um pouco “frio” dos russos. Os russos e particularmente os Chuvashs comem bastante e a comida é mais pesada do que no Brasil. A comida é muito boa com destaques para o Pelmeni, as sopas tradicionais com grande presença para o caviar, que confesso não me agradou muito. As semelhanças são o modo de tratar os visitantes, pois os russos são muito receptivos e fazem de tudo para agradar os hóspedes. Porém o povo Chuvash, segundo minha namorada é um povo muito fechado e já fora considerado um dos povos mais rudes de toda a Rússia.

Como fiquei hospedado na casa dela, tive muitas oportunidades para comunicar com sua família. Fui descobrindo aos poucos que o pai da Anya, o senhor Nikolai, serviu à marinha na época da união soviética e tinha muitas histórias interessantes para contar e o principal motivo para ele abandonar à marinha foi claro o nascimento de Anya e o lugar da sua última missão, a costa do Brasil. Na época a mãe da Anya, a senhora Valentina que é médica e por isso tinha seus compromissos nessa pequena cidade do interior, achava o Brasil muito longe e não queria que seu marido partisse para o Brasil. Pois é, depois de tanto tempo e tanta estória, parece que com a minha vinda, o Brasil não se desapegou a essa simpática e simples família do interior.

O povo russo, além de muito supersticioso, é muito apegado à sua cultura e história. Durante a minha estadia, pude conhecer veteranos da segunda guerra mundial. Quando em Moscou, fiquei hospedado na casa de outro Nikolai, só que esse construía foguetes há muitos anos atrás. As pessoas com quem eu me comunicava eram de fato bastante interessantes e muito mais simples do que aqui, mas sem deixar de lado as piadas e o bom humor.

Só tenho mesmo que agradecer a todas as pessoas que me receberam muito bem e de fato todas serão guardadas com muito carinho em meu coração e deixarão muitas saudades. Foi graças a esse blog e ao meu amor por Anya que eu tomei coragem e parti com minha mochila para a Rússia.

Foi com certeza a melhor viagem da minha vida e com certeza virão outras para o mesmo lugar e com as mesmas pessoas maravilhosas que eu conheci. 

Pedro Athayde.

Para vocês se localizarem, a Rep. da Chuvashia no mapa abaixo. É ainda parte europeia da Rússia e a capital fica a mais ou menos 650 km de Moscow :

Leu o blog e usou as dicas em alguma viagem ?? Participe do Depoimentos de Viajantes !!!! É só mandar um e-mail com depoimento e duas fotos da viagem para :

garotinharuiva@yahoo.com.br

Anúncios
Categorias:Depoimentos
  1. jair antonio de abreu farias
    16 de setembro de 2012 às 7:24 PM

    gostei da história do amigo e, como ele tenho uma enorme vontade de conhecer a Rússia, antes de conhecer outros Países, mas o problema maior é o idioma

  2. Ilton Almeida da Conceição
    4 de setembro de 2012 às 5:27 PM

    Ups.Também estou conhecendo uma garota de la, da Chuvashia e ela parece ser bem romântica e solitária, acredita em amor a primeira vista,..essas coisas assim. Será que bre estarei pegando vôo pra lá?…

    • 5 de setembro de 2012 às 9:54 AM
    • jair antonio de abreu farias
      16 de setembro de 2012 às 7:33 PM

      Pô Cara tb estou me correspondendo com uma garota daí e já me deu uma vontade danada de conhecer a Rússia, vou nem que seja a pé rs,rs,rs,, inacreditável é saber que eles tem duas opções de estudar os idioma inglês e o português na escola, legal saber disso que nosso País é importante prá eles porque eles preferem o português

  3. ronaldo ribeiro lima
    30 de agosto de 2012 às 1:27 AM

    eu também estou me correspondendo com uma garota russia, de novocheboksarsk, chuvashia, mais fico meio receioso, porque ela fala muito bem portugues, pra quem vive num pais que o idioma não tem nada a ver com o nosso fico meio com medo, será que as russas querem fugir de seu pais? ou realmente elas tem afinidades com nós brasileiros? aguardo comentpario.

    • 30 de agosto de 2012 às 9:51 AM

      a carência e falta de mulher leva o homem a estupidez ? só pode…

  4. 23 de agosto de 2012 às 11:25 AM

    Eu também conheci uma chuvash pela Internet no site relacionamento Par Perfeito. Antes eu era um rapaz triste sem vida sentia um vazio dentro de mim. Até que encontrei Silviya minha linda chuvash. Hoje sou o homem mais feliz do planeta e ela também se sente a mulher mais feliz do planeta. Nós nos amamos muito. Eu confesso que estava triste pois a um mes tentamos um meio de nos encontrar, ela vindo ao Brasil para me conhecer pessoalmente ou eu indo buscá-la. Porém ambos sem os recursos financeiros ficamos entediados por poder estar perto um do outro. Foi quando vi o vosso depoimento que feliz chorei de alegria cheio de emoção e por incrível que parece você namora uma chuvash. Pois Silviya é de Chuvashya. É maravilhoso a concidência! Eu enviei imediatamente para minha mulher, Silviya, pois nós estamos casados via Internet. Só esperando o momento certo para oficializar nossa união. Agradeço este lindo e maravilhoso depoimento, que me serviu de exemplo e de ânimo! Obrigado Gelcemi

  5. Gilberto oliveira
    21 de junho de 2012 às 11:18 PM

    gostei do blog,cara estou com um problema sério, não entendo nada de Russo e tenho pavor de avião, e perciso ir para Chuvashia capital da republica Chuvashiya, também quero ir conhecer uma moça lá, enfim, me diz quantas hs de avião e aeroporto mais perto, custo de hotel e restaurantes etc…um abração, e se der coragem que vou ter que criar eu conto aqui.

    • 23 de agosto de 2012 às 12:05 PM

      meu Deus ! parece que as meninas lá estão desesperadas para sair do país hein….que horror, tomem cuidado, homens !!!!

    • 23 de agosto de 2012 às 12:11 PM

      então, não há vôo direto para Russia. Vc terá que fazer alguma conexão na Europa. 11 horas para Europa, depois umas 3 horas até Moscow. E depois umas 4 horas até Chuvashia. Viagem longa…

  6. andre
    3 de maio de 2012 às 6:51 PM

    Ola Pedro , estou contactando uma moca da mesma regiao gostaria de mais informacoes se possivel .

  7. 6 de março de 2012 às 9:36 AM

    Tb adorei o depoimento do Sérgio!!!

    Seu blog foi um verdadeiro achado, pois eu não estava encontrando muitas informaçéoes sérias sobre a Rússia e quando encontrava tudo era muito contraditório!!!
    Vou escrever um depoimento sim, depois você vê se vale a pena de ser publicado no seu blog! Mas vou precisar de um tempinho, estou colocando as coisas no lugar, assim como a casa… Tudo por aqui está uma bagunça, sem contar essa preguiça que me domina!!!
    Bjs
    Milena

    • 6 de março de 2012 às 9:53 AM

      Você tem razão, esses depoimentos são importantes para quem sonha em viajar ou conhecer determinado lugar! Ainda mais quando se trata de destinos que são caros para os brasileiros…
      Houve uma época em que eu achava que tudo era muito difícil… Agora eu já penso que se a gente quer, a gente pode!!!

  8. Sérgio
    23 de fevereiro de 2012 às 10:42 PM

    Lu depois da uma olhada no blog ruivos mania…

    • 24 de fevereiro de 2012 às 8:53 AM

      rsrsrs acho q não me interesso nisso não, Sérgio..

    • Sérgio
      24 de fevereiro de 2012 às 9:40 AM

      me desculpa hein…xau

  9. Jiovana Lima Piccin Saade
    23 de fevereiro de 2012 às 10:34 PM

    Linda história!!! Mostra que se nos propusermos a aprender coisas novas tudo coopera para que dê certo, afinal DEUS quer que sejamos felizes e que vejamos tudo que pudermos deste mundo lindo que Ele criou!

    • 24 de fevereiro de 2012 às 8:54 AM

      concordo com vc, Jiovana !

  10. 23 de fevereiro de 2012 às 5:47 PM

    Olá Lú tudo bem???

    Nossa adorei o depoimento do Pedro…

    Beijinhos.

  11. Thaís
    23 de fevereiro de 2012 às 10:32 AM

    Uma história de amor?

  12. Alê
    23 de fevereiro de 2012 às 10:23 AM

    Que legal, adorei o depoimento.
    Moro em Brasilia também, e estou estudando russo em uma escola na asa norte.
    Estou indo para Russia em Maio e estou super ansiosa para partir.
    : )

    • 23 de fevereiro de 2012 às 10:30 AM

      que legal Ale !!! depois vc conta aqui no blog 🙂

      • Alê
        23 de fevereiro de 2012 às 10:40 AM

        Claro, Lu! Assim q eu voltar (junho), te aviso.

  13. Ana Flávia
    23 de fevereiro de 2012 às 10:11 AM

    muito bacana esse depoimento,Lu!

  1. No trackbacks yet.

Adoro comentários ! respondo todos :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: