Início > Rússia, Rússia2012, Tour2012 > O Museu do Cerco de Leningrado

O Museu do Cerco de Leningrado

Um lugar que nunca tinha visitado em St Petersburgo é o Museu do Cerco de Leningrado – fui ontem ! vocês sabem a história do Cerco de Leningrado ? é uma das histórias de guerra mais tristes do mundo, na verdade aconteceu na Segunda Guerra Mundial. Vou contar aqui para vocês novamente, vou tirar o texto que eu fiz há mais de 6 anos atrás, quando eu ainda morava aqui em St Petetersburgo.

Só para lembrar, Hitler e Stalin tinham um acordo durante a Segunda Guerra Mundial, o Hitler havia prometido que jamais atacaria a União Soviética.
9:00 da manhã, 22 de janeiro de 1941 – O exército de Hitler chega à cidade de St.Petersburg ( na época Leningrado) e faz um cerco, um círculo em torno da cidade inteira. Esse círculo durou 900 dias, 3 anos, até 1944, quase final da segunda-guerra mundial.
Bom, esse círculo de metal em torno da cidade,ou seja, um anel, não deixava ninguém e NADA da cidade sair ou entrar em nenhuma hipóstese. St.Petersburgo tinha a população de 2 milhões de habitantes no começo do bloqueio.A cidade onde eu moro ficou 3 anos sem eletricidade , sem água e sem comida. Como sobreviver a esses 3 anos de terror ???



O inverno de 1942 foi o mais rigoroso, com 40 graus abaixo de zero, sem comida e sem água, muito menos agua quente. A população que ainda tentava sobreviver, trazia gelo das ruas e derretia em casa. Os cachorros e gatos da cidade já haviam todos desaparecidos, era a única comida que restava na cidade. E ainda tinham que trabalhar, trabalhavam para o exército russo, faziam armas e tanques, e ganhavam 125 gramas de pão por SEMANA.Nunca desistiam, nunca se entregavam para o inimigo alemão.
Uma vítima que sobreviveu conta que chegaram a se acostumar com os tanques alemães em volta da cidade, com as bombas, mas nunca se acustumaram com a fome, e nunca se acostumaram em ver pessoas devorando corpos pelas ruas.
Um pai de família conta que chegava a esconder o pedacinho de pão debaixo do seu colchão, para que suas crianças não comessem de uma só vez.
Outro caso, uma senhora tinha um cachorro que ela adorava, mas seus vizinhos estavam morrendo de fome, estavam praticamente secos, somente osso, então ela deu o seu cachorro para que eles pudessem comer, pois ela jamais conseguiria comer o seu próprio cão, que era como se fosse da família. Com o cachorro , ela lembra que salvou a vida de seus vizinhos e eles sobreviveram ao Bloqueio.
Um senhor conta que seu amigo colocava um colar em volta do pescoço com um pedaço de pão, para ele ir cheirando durante o dia todo e assim , matar um pouco a fome. Ele acabou morrendo de fome com o pedacinho de pão pendurado no pescoço.
As pessoas não trancavam mais as portas de seus apartamentos , sabem por que ? por que tinham medo de não conseguirem abrir a porta de tão fracas de fome.




As pessoas queimavam seus guarda-roupas e armários e faziam geléia desse material para poder comer.
2000 casos de canibalismo eram constatados por DIA.
10.000 corpos eram encontrados nas ruas de St.Petersburg por DIA
Uma vizinha conta a história que as crianças começaram a desaparecer também, junto com os cachorros e gatos. E a carne humana era vendida na rua principal, na “Nevskiy Prospekt”, rua onde fica minha escola…que hoje em dia o Mc Donalds, Pizza Hut, Benneton,Christian Dior, Clinique tomam conta.
800 MIL pessoas morreram SECAS de fome, vários esqueletos eram encontrados pelas ruas de St.Petersburg a todo o momento.As pessoas pegavam esses ossos humanos e levavam pra casa, para cozinhar e depois comê-los.

Pertences encontrados das pessoas achadas mortas em seus apartamentos :






Tem uma senhora aqui no meu prédio que me disse que lembra da mãe dela cozinhar cinto de couro e fazer um tipo de geléia do cinto para eles comerem. Com o cinto de couro eles também cortavam em tirinhas para fazer como espaguete, e cozinhavam. Eles cozianhavam tudo, roupas de couro, comiam móveis, madeira, papel, etc. Depois de comer esses couros, as pessoas ficavam com muita sede, mas nunca tomvam agua, nem quando havia agua, pois queriam que o gosto ficasse na boca por algum tempo, impedindo que sentissem fome novamente.
Essa história de St.Petersburg foi ‘abafada’ por muito tempo, enquanto esses 3 anos St.Petersburg passava por isso, em outras cidades como Moscow ( onde Stalin estava), nada acontecia e o mundo nem imaginava que uma coisa dessa estava acontecendo, pois os cerco era fechado e somente as pessoas dentro que sabiam da cruel realidade.





Como as pessoas viviam naquela época , como eram os apartamentos delas :


Novamente a pergunta : Como essas pessoas conseguiam sobrevier a tudo isso ????
E vocês acreditam, que , durante esses três anos, os teatros e circos da cidade funcionavam ??? sim, os russos iam se divertir nos teatros para esquecer do terror que viviam, e o mais importante, esquecer a fome. Muitos deles morriam de fome dentro desses lugares.
Por isso St.Petersburg é uma cidade muito histórica aqui da Rússia… na rua principal, nos prédios nós ainda vemos as placas de metal tudo escrito em alemão, que o exército alemão tinha colocado nessa época do Bloqueio.
Bom, em 1944 os russos venceram os alemães e o bloqueio chegou ao fim. A festa foi grande.
Aí os alimentos começaram a entrar na cidade e as pessoas morriam por que começaram a comer muito, de tanta fome. Durante a reconstrução de St.Petersburg, no ano do fim do bloqueio, mais de 100 MIL pessoas morreram por comerem. Tem histórias que os estômagos de muitas pessoas começaram a explodir.
Contam também que como os gatos não existiam mais na cidade, os ratos começaram a tomar conta de tudo e foi preciso importar gatos e cachorros de países vizinhos.
Aqui, gatos e cachorros são sagrados, todos tem em casa e fazem parte da família…é uma forma de agradecimento. Outra forma de agradecimento é um memorial que está sendo feito, dedicado aos gatos e aos cachorros que salvaram tantas vidas na época do Bloqueio.
Quando fala-se de Segunda Guerra Mundial, todos se lembram dos judeus mortos no holocausto. Mas as estatísticas comprovam que morreram muito mais russos que judeus. Ao todo, foram 30 milhões de soviéticos mortos.

Onde o pão era pesado…: (vejam o tamanho do pão dado para 1 semana…)

Os estudiosos do assunto ( e obviamente anti-Stalin) dizem que era mais uma tática de Stalin…deixar seu povo morrer de fome, com esses 3 anos de terror e depois bancar o vitorioso, fazendo do exército russo o herói que colocou fim na Segunda Guerra Mundial.
Essa semana que passou foi de festa e contemplação às pessoas que morreram e sobreviveram aos anos de terror. Todo visitaram o maior cemitério da cidade, onde esses milhões de corpos foram queimados em 1944. O presidente Vladimir Putin esteve aqui, em sua cidade natal, onde seus parentes morreram durante o Bloqueio e seus pais sobreviveram.
Entre mortos e sobreviventes, em nenhum momento desses três anos de terror o povo russo de St.Petersburg se rendeu, eles nunca desistiram de lutar pela sua cidade.
Agora, caminhando pelo centro de St.Petersburg, não tem como não imaginar as cenas da época do “Bloqueio” ou Cerco…e pensar : Tenho muita sorte de estar aqui.
Parabéns Leningrado ! Tenho orgulho dessa cidade !!

Algumas fotos tiradas na época..:



Musei Blocadi

Celyanoi, 9

Preço : 200 rublos

Preço com foto : 300 rublos

Anúncios
  1. Ludmila Geraseev
    10 de abril de 2017 às 9:34 PM

    Amo saber sobre a história da Rússia! Meu pai, era de Leningrado e viveu esse horror!Não conheço muito sobre o que passou em sua terra,pois ele não falava nada pra nós!Acho que queria deixar pra trás essa essa parte triste de sua vida!
    Espero um dia poder conseguir visitar a linda cidade do meu pai!

    • 15 de abril de 2017 às 4:41 PM

      olá Ludmila, tudo bem ? nossa, então vc tem toda essa história na sua familia com seu pai , realmente foi um horror e só o povo de Leningrado sabe exatamente o que aconteceu , as pessoas de lá até que contam bastante, não deixando toda essa história morrer, mas foi horrível mesmo, pior coisa q aconteceu com a cidade e seu povo, mas eles sofreram tudo isso pq resistiram a tudo e a todos, povo guerreiro

  2. Eron Aderaldo Guimarães
    23 de junho de 2014 às 5:04 AM

    Os Russos foram verdadeiros Heróis, e se hoje o mundo pode viver sem o pesadelo do nazismo devemos muito a eles. As novas gerações precisam saber mais sobre este passado tão próximo, para poderem valorizar o que tem hoje e não se deixar levar pelas mentiras que a mídea (em especial a ocidental) prega para nos enganar.

  3. 29 de setembro de 2012 às 8:46 AM

    infelizmente, aqui no Brasil a gente não sabe nada da Rússia. Eu só ouvi falar da União soviética, a revolução de 17 na universidade 😦

    é muito triste a história da Rússia, mas é um povo que eu sinto orgulho sabe? MEsmo não sendo Russa, sinto orgulho desse povo GUERREIRO!
    Tudo que eles enfrentaram, toda a guerra pra se livrar da monarquia acabou assim… Nas mãos de um ditador barato como Stálin. Eu sou radical mesmo, considero Stalin tão ruim quanto Hitler. Até porque não acho q ele seja comunista.

    Enfim… é triste Lu, mas o povo lutou. E aqui no Brasil, que sabemos da miséria, da fome, dos indios que são exterminados, das florestas que são destruídas e não fazemos nada? Vivemos como se tivesse tudo bem.

    é muito triste tbm.

  4. Juliana Eburneo
    6 de janeiro de 2012 às 1:08 PM

    Lu amei seu post, gosto de ler assuntos sobre a segunda guerra mundial…. fico imaginando pq essas pessoas (alemães) eram tão egoístas… e pq todos eles,,, isso foi mto longe…. o q eles pensavam…. nossa é uma história chocante p mim….difícil de acreditar que existiu e c ctz ainda exitem pessoas tão más…. Parabéns pelo blog eu amoooooo…

  5. 6 de janeiro de 2012 às 9:41 AM

    Nossa, que história!

    Outro dia estava assistindo um mini-documentário (acho que era no blog Falando Russo) mostrando como o Neo Nazismo tem crescido hoje na Rússia a ponto de os chamados Skinheads matarem estrangeiros na pancada pelas ruas. E o documentário dizia justamente como era irônico existirem russos neo nazistas hoje dia, pois na Segunda Guerra, por causa do Nazismo, morreram mais russos do que qualquer outro povo envolvido.

    Até aonde vai a estupidez humana, não? Ainda bem que hoje em dia existem museus como esse, para que o ser humano não se esqueça nunca das atrocidades que a humanidade é capaz de fazer.

    Beijos,
    Lídia.

  6. Ana Lúcia
    4 de janeiro de 2012 às 12:40 PM

    Está uma delícia acompanhar sua viagem, Lu!Ontem até estava com blini na cabeça!!! kkkkkkk De que é feito o creme do outro post? Nossa, quanta história neste último post!!!
    Realmente, não sabia de metade disso!!!
    Continuo acompanhando!
    Se vc vir meu amigo Alexei Leschov por aí, dá um privet meu!!! hehehe
    Grande abraço e obrigada por compartilhar!

    • 4 de janeiro de 2012 às 3:02 PM

      Obrigada, Lucia querida !! continue me accompnhando 🙂

  7. 4 de janeiro de 2012 às 12:07 PM

    História muito triste.Vc sabe se há algum filme que retrata o Cerco?Se souber poste aqui por favor!

    • Alê
      4 de janeiro de 2012 às 4:13 PM

      Assisti recentemente o filme Leningrado, de 2009, com Mira Sorvino. Ele retrata um pouco dos dramas vividos na cidade durante o cerco. As escolhas difíceis e a degradação à qual a população foi submetida. O filme é muito bom, recomendo.

  8. José
    4 de janeiro de 2012 às 11:20 AM

    Olá Luciana ,tudo bem?
    Faz um tempinho que descobri seu blog fuçando na internet e estou acompanhando.Gosto muito de viagens e um dia quero também viajar pelo mundo…

    Como a maioria eu não sabia disso, e fiquei chocado,realmente parece um filme de terror.É horrivel imaginar algo desse tipo acontecendo …
    Como o ser humano pode ser cruel!
    :S Meu Deus!Esses acontecimento é como um aviso de como o ser humano pode se transformar num ser grotesco e fazer isso com os seus semelhantes,não é? :s
    Que Deus tenha misericórdia de nós!

    mas mudando de assunto… gosto muito do seu blog ,vc tá de parabéns!!!
    🙂 Até mais!
    Deus abençoe!

  9. 4 de janeiro de 2012 às 10:53 AM

    Ju, no Brasil só estuda os Judeus e o Holocausto no tema da 2WWW….os soviéticos nem são lembrados e o Cerco de Leningrado nem é estudado !!!

    • Juliana Ferreira
      4 de janeiro de 2012 às 2:29 PM

      Verdade! Ninguém fala na Rússia.

      Lulis, vc sabe dizer se já existe esse memorial para os gatos/cachorros? Me lembrei de um trailer de um filme que eu vi ontem, chamado “Cavalo de Guerra” do S.Spielberg – o trailer por si só é emocionante, e eu sei que nao vou conseguir assistir esse filme 😦

      • 4 de janeiro de 2012 às 3:01 PM

        então Ju, eu perguntei aqui pro meu amigo,ele não sabe me dizer, eu vou procurar na internet e ver se fizeram mesmo !!! me disseram q tem um filme sobre o Cerco de Leningrado..eu assisti a documentários aqui na escola, tinha um trabalho a respeito disso pra fazer…mas filme mesmo não vi…

  10. Juliana Ferreira
    4 de janeiro de 2012 às 10:47 AM

    Amo estudar a 2WW, e amei o post. Engraçado como tudo o que se refere à Alemanha mexe muito comigo, assim como tudo o que se refere à Chernobyl tb.

    Bjs!

  11. 4 de janeiro de 2012 às 9:41 AM

    Olá Lú tudo bem???

    Chocante essa história… Parece até filme de terror, triste saber que as pessoas realmente passaram por isso…

    Beijinhos.

  1. No trackbacks yet.

Adoro comentários ! respondo todos :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: