Início > Dicas > Como levar seu dinheiro ao exterior

Como levar seu dinheiro ao exterior

Não sei por que ainda tem agências de viagens que empurram o famoso Travellers Checks para os turistas comprarem..maior furada ! principalmente na Europa, onde você tem que percorrer kilometros para que seu Travellers Checks seja aceito ou seja trocado por dinheiro. Claro, é super seguro. Se for roubado – só você pode sacar o dinheiro / tem que apresentar passaporte e tal – e eles devolvem seu Travellers Checks roubado imediatamente. Seguro ele é, mas vai te deixar na mão, pode ter certeza. Travellers Checks foi muito popularizado na década de 80 e início dos anos 90, quando os cartões de débito e cartões de viagens/créditos não eram muito populares. Agora com cartões, não precisamos mais desse encosto que é Travellers Checks.

Tá, o que eu recomendo, primeiramente, é levar DINHEIRO. Não adianta fugir, temos que levar um bom valor em dinheiro conosco – eu sei que não é a coisa mais segura do mundo, mas há países e há emergências que só mesmo o dinheiro resolve. Independente do país que você for pelo mundo , leve o dólar – é o mais fácil de trocar. Uma dica para levar dinheiro : leve-o junto ao seu corpo , sempre !!! sabe aquelas pochetes de viajantes que vai dentro da roupa, junto ao seu corpo ! voilá ! essa mesmo, assim fica sempre com você. Sabe, sempre tem aqueles países que nunca aceitam cartões e só aceitam dinheiro….até vou citar alguns : Uruguay, por exemplo…nossa…é um parto para aceitarem cartões de crédito !!!! até na Argentina, em muitos lugares não aceitam cartões. Rússia também é bem chata para pagamentos com cartões – uma burocracia, tem que apresentar passaporte, etc.

Não se esqueça dos cartões de crédito e débito ( é bom levar duas bandeiras ), para emergências ou para compras. Mas lembre-se que o imposto para compras com cartões de crédito no exterior aumentou esse ano !!! sim, ficou mais caro fazer compras no exterior com seu cartão de crédito ( que saco !!! ). Mas mesmo assim, é super necessário levar. Para saques ou compras — ficou mais caro. Os mais aceitos são VISA e MASTER.

Outro cartão bacana que você pode levar é o VISA Travel Money. CLIQUE AQUI para conhecer o site. Esse cartão é um cartão pré pago internacional, que você coloca dinheiro aqui no Brasil, para depois gastar no exterior. Você pode fazer saques na moeda local ( claro, com taxa…) e também fazer compras (sem taxas). Você pode colocar dinheiro no seu cartão em real, dólar, euro…e depois retirar na moeda local onde vc estiver. É uma maneira de levar dinheiro e ficar mais seguro. O problemas são as taxas né ?? rsrs. Por que dinheiro vivo, você vai ter que ter, não importa o lugar onde estiver.

O negócio é tomar cuidado sempre ! no hotel, no hostel, em transporte público. Sempre tenha o seu dinheiro preso à você, de uma maneira que seja difícil alguém pensar em roubar. Tomando cuidado, tudo ficará bem.

E vocês, tem mais alguma dica ???

Anúncios
Categorias:Dicas
  1. 14 de outubro de 2016 às 1:35 PM

    Olá! Estou indo para a russia e não sei se é melhor levar euros ou sacar direto pelo cartão de debito lá 😦
    Tem algum conselho? 😀

  2. Juliana
    4 de novembro de 2011 às 6:41 PM

    Em viagens de turismo, eu costumo me hospedar em Sheraton (sou membro do club Sheraton) ou Mercure na maioria das vezes (na Alemanha tem outros da família Accor que tb me hospedo). Hilton e Novotel tb, mas é raro – hotéis pagamos com cartão. Assim como os restaurantes – desde que sejam gastos pessoais ou viagens de turismo. A empresa americana em que meu marido trabalha dá para cada diretor um Amex corporativo, já a minha empresa me dá uma quantia alta em TC e uma quantia em $$$ – só uso meus cartões para compras pessoais, todo o resto pago em $$$. Lógico que, e em uma situação de aperto – coisa que nunca me aconteceu – eu tenho 3 outras bandeiras para me acudir, mas não há necessidade pois o Amex cobre praticamente tudo. De qualquer forma, acho $$$ imprescindível, principalmente nas cidades alemãs que eu vou.

    • 4 de novembro de 2011 às 6:47 PM

      obrigada por dividir sua experiência conosco,Ju !

      • Juliana
        4 de novembro de 2011 às 10:28 PM

        Experiência nada Lú… Só achismo mesmo, afinal, ninguém nessa vida sabe de tudo 🙂 Thats why we share 😉 e é por isso que eu gosto de te encher o saco XP

    • 4 de novembro de 2011 às 10:32 PM

      eu acho extremamente importante levar dinheiro em espécie…eu já fui em cada lugar, vou te contar….cartão era coisa de alien…( Russia, Lituania, Letonia, Estonia, etc….).E ñ é questão de levar tanto dinheiro assim, euros por ex, é pouco, não vai encher sua carteira nada, e depois se vc for a algum país q não use o Euro, vá trocando aos poucos….Euro não faz volume..rs

      • Juliana
        5 de novembro de 2011 às 8:52 AM

        Vou te falar uma coisa, não guio minha vida por isso e não é uma crendice minha, mas, uma das leis da prosperidade, fala do valor do dinheiro em espécie, e da importância de querer tê-lo (pois semelhante atrai semelhante – nisso eu acredito), sabia? Interessante ou apenas coincidência… Pensa…

      • Juliana
        5 de novembro de 2011 às 8:59 AM

        BTW, lembrei uma coisa: qdo fui trocar pela primeira vez R$ por €, fiquei tão desapontada… Levei uma quantia alta e voltei com um punhadinho de notas… Volume fez falta naquele dia, hehehe – bem, se alguém aqui não quiser ou não estiver mais precisando de notas, estou aceitando, principalmente se forem as notas de 500€… 😄

  3. 3 de novembro de 2011 às 1:55 PM

    As pochetinhas junto ao corpo são ótimas ! Uso eu uma e o marido outra, até em viagens nacionais, vai saber né …

    • 3 de novembro de 2011 às 2:11 PM

      principalmente nas viagens nacionais Gabi….bjinhooo

  4. 3 de novembro de 2011 às 12:41 PM

    No Hostel q eu fiquei em Buenos Aires, eles não aceitavam cartões. E eu fiquei 1 mês inteirinho !!! então, tive q ter uma boa quantia de dinheiro para pagá-los. A escola que estudei tbém só aceitava dinheiro 😦

    Isso também me aconteceu no Hostel no Marrocos, na Turquia e na Grécia – nenhum aceitava cartão de crédito.

  5. Thiago
    3 de novembro de 2011 às 12:02 PM

    Suas dicas são ótimas, principalmente a do seguro de viagem, ótimo blog ! volto sempre

    abraço

    • 3 de novembro de 2011 às 12:06 PM

      Obrigada, Thiago !!! veja tbém a dica abaixo , que fala sobre o TAX FREE.

  6. 3 de novembro de 2011 às 10:45 AM

    Vamos lá…

    Minha opinião: Eu não acho que o melhor é levar dinheiro em espécie em todos os casos. É só a prova de falhas ou indisponibilidade de sistema. Mas podemos ter falhas de sistema em casa também. E tipo, é século XXI se eu sair de casa agora para o exterior só com minha carteira e passaporte como está posso sobreviver sem sobressaltos. Dá para fazer cambio no aeroporto com cartão de débito, dá para sacar no aeroporto do país de destino (até em Torreon tem um caixa automático, rs), dá para bater rolo com o cartão de crédito e dinheiro com o hotel (carésimo, mas possível, rs)

    Para mim como eu levo dinheiro depende muito da programação da viagem e do destino, das taxas correntes para cada opção. Por isso eu digo, organização e pesquisa prévia é tudo na vida.

    Minha política geral nesse caso é nunca colocar todos os ovos na mesma cesta, 😉

    O que eu recomendo ter um pouco de cada e por quê?

    1. Uma quantia em dinheiro vivo da moeda do país de destino (tipo, se vou para Argentina: Pesos Argentinos e assim por diante)
    Sempre preciso de dinheiro do país de origem quando chego lá e cambio nos aeroportos do exterior normalmente não é vantajoso.

    Dica: Se você tem medo de andar com dolares, euros, etc em SP dá para sacar o dinheiro em GRU e fazer cambio lá mesmo. Ao contrário do senso comum e do resto do mundo(que fazer cambio no aeroporto é mais caro) a Action do grupo Cotação tem taxas razoavelmente competitivas lá. Sai mais barato fazer cambio lá que comprar com esse mesmo grupo antes antes (você economiza no mínimo R$ 30,00 do motoboy para entregas na grande SP). A maioria das moedas do mundo está disponível lá e no Safra. Você pode também fazer cambio com o cartão de débito (todas ama!!!). Agora tem corretoras mais baratas fora, dentro da minha empresa tem uma porreta. Se você trabalha em empresa pode aproveitar os acordos de cambio que eles tem aí sim é mega vantagem fazer cambio antes de ir para aeroporto.

    2. Em alguns casos, levo uma quantia em espécie USD
    Dependendo do país de destino é vantagem levar dolares por conta de cambio. Na Argentina em 2007 era, ganhei alguma graninha fazendo cambio de USD para Peso por conta das taxas. Mas isso varia muito, tem que pesquisar antes.

    3. Cartão de Débito Internacional
    Além de funcionar igual o cartão de crédito (com a diferença que cai na hora, rs) Eu tenho direito a dois saques internacionais gratuitos por mês de acordo com meu pacote de tarifas. Se você viaja com frequência fale com sua gerente. Se o país de destino é seguro, prefiro sacar lá.

    Ah, mas na categoria coisas que aconteceram comigo em viagem (dava um livro – Como um viajante pode se f*der no exterior, o manual completo): Meu cartão de débito foi clonado no Texas em 2009, com chip e tudo. A pessoa mora em SP, vive em SP e nunca teve o cartão clonadado nos EUA. Deus abencoe o finado Unibanco que pegou a clonagem na primeira tentativa de uso e bloqueou o cartão. Aí eles me ligam (ok, era madrugada mas o motivo fo nobre e eu perdoei, rs), para mudar algumas configurações de senhas e eu nem precisei cancelá-lo. No dia seguinte as 8:00 tava liberado!

    4. Dependendo do destino eu levo VTM para usar no lugar do cartão de débito ou crédito
    Todas ama o VTM, :). Só cuidado como ele não tem seu nome nele tem estabelecimentos que podem encanar.

    5. Cartão de Crédito

    Como a Lu já disse sempre duas bandeiras diferentes.

    Eu odeio usar cartão de crédito em qualquer circunstancia, mas ele é um mal extremamente necessário em viagens. Para os EUA dá para embarcar sem dinheiro mas não tem como embarcar sem cartão de crédito, já que para alugar carro tem que ter (claro que a birra aumentou depois da minha ultima viagem em que em fui toda feliz fazer compras com cambio R$ 1,70 e o dolar DISPAROU e eu tive que fazer até novena para ele fechar e em UM E OITENTA E CINCO, essa é a principal desvantagem dele na minha opinião).

    Mas que é prático e as empresas de cartão de crédito tem uma cotação mais digna que as corretoras isso é.

    Ah, você amiga que é co-dependente do AMEX (eu! eu! eu!) Nos EUA qualquer biboca aceita (mega sério, eu paguei com AMEX no interior, do interior do interior da Carolina do Sul em uma cidade de 3 mil habitantes em um restaurante que mal prato tinha mas tinha máquina de AMEX, também passei na banca de jornal e outros estabelecimentos minusculos, rs). Agora na Europa… Em Luxemburgo só o hotel aceitava, na Espanha poucos estabelecimentos aceitavam, no Canadá tive problema com restaurantes em Niagara.

    Entre cartão de crédito, débito e VTM cubro todas as bandeiras mais populares (quem aceita Dinners? hahahahaha).

    Travellers Cheques? Nunca nem vi um, hahahahahahahaha

    Bjs

    Ps: Quanto ao Mercosur, meu deus eu fiz cambio até no interior do Paraguai voltei com a maioria dos dolares que tinha levado porque pagava tudo com cartão. Na Argentina só não voltei com dinheiro (e levei tipo USD 400 para emergencias pensando no que vocês tão falando para um mês e só pagava táxi de rua, onibus e metro em dinheiro até remises eu pagava com cartão) porque gastei em uma roda de compras de ultima hora. Vocês tão indo/se hospedando/comendo onde?

    • 3 de novembro de 2011 às 11:48 AM

      obrigada por dar sua opinião, Char !!bjos

    • 3 de novembro de 2011 às 11:49 AM

      Char, na Europa, em meus 11 anos vivendo fora, o cartão q eu mais usei foi o Diners…rsrs..

    • 3 de novembro de 2011 às 11:50 AM

      Char, pelo jeito vc é viajante 5 estrelas..rsrs..com certeza hotéis bons, restaurantes bons , aceitam cartões sim…mas eu sou mochileira, minha realidade é outra ! rssrsrs…

  7. Thiago
    3 de novembro de 2011 às 9:05 AM

    o negócio é levar dinheiro mesmo.

    • 3 de novembro de 2011 às 9:06 AM

      é verdade, é só tomar cuidado mesmo. Eu fico mais com medo do caminho até o aeroporto aqui em São Paulo, do que viajar lá fora com dinheiro…rsrsrsrrs

  8. 2 de novembro de 2011 às 11:40 PM

    Lu Russa, que demais teu site! Ainda não consegui ler tudo, mas o pouco que li adorei.. Parabéns!
    Realmente esse lance de levar dinheiro é bem chatinho, mas tem que ter muito cuidado sempre.
    Eu não sabia que o visa travel tinha taxas pra saque, mas dizem que é muito bom e prático!

    ;***

    • 3 de novembro de 2011 às 8:01 AM

      o foda são as taxas :((

      obrigada pela visita e volte sempre !! bjos

  9. 1 de novembro de 2011 às 9:48 PM

    Lú, em viagens particulares levo $$$ e cartão. Agora, para viagens profissionais levo $$$ e Travellers Checks – normalmente a quantia maior eu levo em TC. Não acho de todo ruim, a única coisa é … certificar-se que o local aonde você está indo tem um banco e que o banco troca o TC, e já saber de antemão que para trocar o TC é preciso deixar uma xerox do passaporte, preencher uma ficha com informações sobre seu hotel, telefone de contato e tals… e pagar uma taxa!!! Por exemplo, de 1000 euros, eu paguei 25 euros de taxas para o banco na Alemanha semanas atrás. Agora, isso dá para fazer na Alemanha, porque, América Latina e América do Norte, dinheiro – dinheiro – dinheiro… acho até bonitinho a relação que o Uruguay, o Paraguay e a Argentina tem pelas notinhas… Meu Deus, para cada transação trocentas notas vão e vem 🙂

    • 2 de novembro de 2011 às 8:32 AM

      hehehe, o Mercosul é apegadinho ao dinheiro…rsrs

  10. 1 de novembro de 2011 às 9:19 AM

    Concordo, Bia !!!

  11. Bia
    1 de novembro de 2011 às 9:00 AM

    Luciana,nada melhor do que levar dinheiro mesmo.

  12. 1 de novembro de 2011 às 8:30 AM

    🙂

  13. 31 de outubro de 2011 às 11:55 AM

    Concordo em gênero, número e grau.

  1. No trackbacks yet.

Adoro comentários ! respondo todos :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: