Dicas

Países que brasileiro necessita visto de entrada

  • Arábia Saudita
  • Argélia
  • Austrália
  • Bangladesh
  • Cabo Verde
  • Camarões
  • Canadá
  • China
  • Chipre
  • Coréia
  • Costa do Marfim
  • Cuba
  • Egito
  • El Salvador
  • Emirados Árabes
  • Gâmbia
  • Ghana
  • Guiana
  • Haiti
  • EUA
  • Gabão
  • Honduras
  • Índia
  • Irã
  • Iraque
  • Japão
  • Jordânia
  • Kuwait
  • Líbano
  • Líbia
  • Malawi
  • México
  • Nicarágua
  • Nigéria
  • Nova Guiné
  • Panamá
  • Paquistão
  • Rep. Dominicana
  • Senegal
  • Síria
  • Togo
  • Ucrânia
  • Zaire

O Brasil está bem na fita !!! dos países mais visitados do mundo — Brasileiro só precisa de visto para 5 países, ou seja, no mundo todo, brasileiro pode ir praticamente a qualquer lugar sem visto de entrada. Isso é muito bom !!! Praticamente a Europa toda ( todos os países da União Europeia + outros muitos países ), brasileiros não necessitam de nenhum visto de entrada. Podem ir passear bastante !!!! Acho que o brasileiro só tira visto mesmo para visitar USA, Canadá, India, México, Australia, Cuba, Egito……são os mais visitados que precisam de visto.

Mas mesmo assim, é sempre bom dar uma olhada no website do consulado do país que você vai visitar, para ver se precisa de visto ou não —- as vezes a situação consular muda, e a gente nem fica sabendo, principalmente para aqueles países menos visitados do mundo.

Acesse o site http://www.vistos.com.br/ antes de você viajar.

Anúncios

25 comentários em “Países que brasileiro necessita visto de entrada”

    1. eu tive em 40 dos 50 e poucos países africanos, e só me lembro que o marrocos, a africa do sul, lesotho, botswana e namibia nao precisam de visto (ou se recebe na fronteira). mas em alguns países eu tive muito tempo atrás, entao nao posso dizer se mudou e o que mudou. no camaroes eu tive no ano passado (de novo), e continua precisando de visto, o que confirma a lista acima… mas falta muito país ali: tunisie, niger, gabao, congo brazzaville, zambia, swaziland, malawi, tanzania, quenia, somalia, djibuti, sudao, etiopia, mali, burkina faso, guinée, guiné-bissau, mauretanie, cabo verde, sierra leone, liberia, guinea ecuatorial, sao tomé e principe. talvez alguns deces países tenham parado de pedir visto, mas todos eles, é cuase impocível, em alguns deles eu tive o ano passado. e o zaire hoje em dia se chama congo (kinshasa). cualquer coisa da uma olhada no meu blog, http://zedorock.net/blog/?cat=23.

  1. ô lu, na tua lista ta faltando muito país que quer visto de brasileiros: afeganistao, albania, angola, antigua e barbuda, armenia, azerbaijao – só pra mencionar os países que comessam com A… e eu tive agora em sierra leone, liberia, costa do marfim, guiné equatorial, sao tomé e principe, e todos eles queriam virsto, na guiné me mantiveram preso no aeroporto, em sao tomé me deportaram de volta…

    eu tiv em outros países africanos tambem, mas que nao queriam visto. se quiser ver o meu blog (eu tiv em 131 países e tiv muito problema com ladrao, policia e mulher – ja screvi um livro a respeito, em brev sai outro), é http://zedorock.net/blog/?cat=6.

  2. Tenho algumas perguntas, que na verdade nao sei nem por onde comecar…. Sou brasileira, mas moro ha 8 anos nos USA, tenho planos de voltar ao Brasil em 2 anos, nao tenho residencia e nem cidadania dos USA. O meu marido ( nao somos legalmente casados) eh mexicano, e temos 2 bebes nascidos aqui nos USA. Gostariamos de passar no Mexico visitar a familia dele antes de ir ao Brasil…. Gostaria de saber se eu preciso de visto pra entrar no Mexico e se ele precisa de visto pra entrar no Brasil. E o que tenho que fazer com a documentacao das criancas??? Obrigada

  3. Olá Lú tudo bem???

    Nossa essa história de visto é super importante, pq quando eu prestava serviço para a Unilever um “grande diretor” ia viajar para o Canadá e não sabia que precisava de visto, a pessoa que emitiu a passagem não avisou, nem a secretária, conclusão: ele chegou no aeroporto de Guarulhos e não deixaram ele embarcar…

    Por isso galera MUITA ATENÇÃO, mesmo usando uma agência de viagens é bom ficar atento…

    Beijinhos.

  4. Vamos aos países que tenho visto/entradas e já não morremos de falar sobre (a.k.a EUA)
    México
    Visto (tenho 1 visto B1 de 10 anos): A entrevista foi light, o tenso foi me entender com o sistema deles. E eu ainda perdi a primeira entrevista, como disse já me borrar do sistema deles foi extremamente complicado. Ainda acho mais fácil lidar com o consulado americano por essa experiência.
    Imigração (tenho 3 entradas no Mexico no ultimo 1 ano e 1/2) até o presente momento): É bem parecida com a americana, eles perguntam bastante e como minha empresa não é tão power no México tendo a passar mais tempo na imigração mexicana que na american. Mas eles são levemente mais simpáticos. Eles te dão até dicas (tipo não perca seu permiso de jeito nenhum, aliás deixa eu grampear para você, mas lembra que você tem que entregar na saída para a moça da cia aerea). Fofos!
    Security(segurança)/Customs (alfandega): É a parte mais irritante de longe do processo de entrada e saída do Mexico. Vôos internacionais com conexão é o mesmo esquema de conexão em GRU (Guarulhos) você tem que desembarcar, passar pela imigração, passar pelos queridos da Security e Customs (isso é novo, ano passado não era assim se seu aeroporto de destino era internacional a mala ia direto). Customs é a parte mais chata na entrada mas tem um motivo: Eles passam no raio x TODAS as malas (GRU é por amostragem) e eu normalmente entro lá com dois lap tops (o da firma e o particular) já que vou ficar um mês trancada no hotel e eles me infernizam tanto em Customs por isso a ponto de da última vez eu ter que gritar com um oficial de Customs uma vez (algo do tipo “tô em conexão para o Brasil – vinha de Huston, TX, EUA – e não vou ficar aqui mais de 3 horas, to despachando essas malas de novo agora e não vou abrir minha mala coisa nenhuma. ATENÇÃO: não recomentdo tal abordagem, deu certo, foi um caso extremo de pessoa com virose power e zero de paciencia para explicar os dois lap tops de novo). Não deu nada no México mas eu fiquei em débito com Sto da Alfandega por isso e chegando no Brasil levei meu primeiro e único canal vermelho. SORTE que eu não tinha nada demais na mala (e uma cara de doente por conta da virose + saí-de-Newark-as-10:00-de-ontem e tô voando ou trocando de vôo desde então) que o cara Receita no Brasil não encanou nem com famosos dois lap tops só queria me mandar embora o mais rapido possivel dali com medo de ser contagioso, rs).
    Security no México é mega chato no Norte. Eles revistam TODAS as malas que você vai despachar e levar contigo, item por item de maneira bem arcaica, também conhecido como abra sua mala e tire todos os itens, inclusive a roupa de baixo que não teu tempo de lavar. Isso é ainda mais irritante que Customs e meus dois lap tops então se você vai embarcar no norte CHEGUE CEDO. Isso é prática no aeroporto de Torreon, (aquele que a delegação brasileira de futebol achou que ia sair de lá mês passado depois do amistoso e sobrevoar o espaço aereo colombiano impune, que dó) não sei se em Monterrey eles são mais “modernos”. O motivo: Trafico de drogas. Se você acha o RJ ruim só pode ser porque você nunca foi para o norte do México. É tenso, tenso, tenso (um dia falamos sobre isso, mas fico trancada no hotel permanentemente, só saio para trabalhar e ir no shopping que fica dentro do hotel e olha que Torreon só não é mais segura para os padrões norte mexicanos que Monterrey). Na cidade do México você só corre o risco na entrada e na saída de um cãozinho fofo babar na sua mala. Mas isso já aconteceu comigo no Charles de Gaulle (Paris) também.
    Canadá:
    Visto: O despachante é seu melhor amigo aqui. O mais dificil foi tirar a foto nas medidas corretas. Demora 20 dias corridos com despachante e sua presença não é mandatória (mas pode ser pedida, eles não me pediram) e não teve entrevista e uns 15 dias sem mas aí você tem que levar o corpo no consulado canadense + ter todo o trabalho de LIGAR para agendar a entrevista em um telefone que tá ocupado para sempre que dizem ser a parte mais tensa do processo para entrar no Canadá. Recebi a dica e fui direto no despachante então não tenho essa experiência. Agora alguém podia ceder para o consulado canadense a tecnologia do agendamento eletrônico, desde que não sejam os mexicanos, rs.
    Imigração: É tão tensa que eu entrei mês passado lá e tive que ir pegar o meu passaporte para ter certeza se passei ou não pela imigração. Tem um carimbo do Canadá lá então concluo que passei. Só não lembro de tão light que foi a experiência (e olha, eu lembro de todas as imigrações que fiz, tipo lembro de 2006 em Asuncion mas não lembro da canadense)
    Security/Customs: Sussa. Canadense é de uma civilidade e tranquilidade tão grande que não causa transtornos na sua vida. Ah, e se você vai sair do Canadá e entrar nos EUA via aerea em Toronto a imigração americana é nos EUA mas a segurança do embarque é comandada pelos canadenses. Como eu saí da imigração americana (problemas alheios, não meus, mas de qq jeito VOCÊ NÃO QUER TER PROBLEMAS COM A IMIGRAÇÃO AMERICANA de nenhuma origem) 10 minutos antes da partida do meu vôo embarquei com prioridade, só passei no detector de metais. Eles foram muito queridos comigo.
    Bjs Lu
    Ps: Sua caixa de comentários não é amiga dos comentários longos no Explorer. Ela fica desconfigurando. Fiz o comentário no Word, rs
    Ps2: Pode sugerir pauta? Que tal você contar para o povo como lidar quando você ou alguém que esteja com você tem que proceder quando alguém estiver passando muito mal no exterior. Como se preparar antes de viajar, o que fazer lá se ocorrer algo, o que prestar atenção no seguro. Acho MUITO útil e posso colaborar, rs, já tive que acionar o SAMU suiço uma vez por causa de um amigo. Não é minha recordação de viagem preferida.

    1. Ah esqueci tem dois tipos de numero de entradas para visto canadenses, multiplo e one entry. Então se você tiver um one entry só entra uma vez. Peça o múltiplo para não ter trabalho de novo. A validade do visto multiplo é atrelada a validade do seu passaporte. Até nisso os canadenses pensam você não precisa ficar andando com os dois passaportes quando seu passaporte vencer porque seu visto válido está lá(amo muito eles). Como meu passaporte era novinho em folha tenho quase 5 anos de visto.

      1. A morena aqui tava rindo litros… a loira confundiu visto com passaporte. Aí eu lembrei que ninguém tem a obrigação de saber tudo na vida, engoli a risada e achei que vc merecia uma explicação. Desculpa.

        Você só anda sem passaporte em paises do Mercosul (o já citado Paraguai, Argentina e Chile) minha linda. E tem que ser RG mesmo (carteira de motorista não vale

      1. Em teoria dá Lu… eu nunca testei porque tenho visto Mexicano.

        Também conheço um caso de pessoa quase deportada na imigração mexicana por isso (milhões de dolares funcionam em qualquer lugar do mundo aparentemente). Não entendi o que eles explicaram para ela mas parece que você tem que preencher um formulário no site do consulado antes de embarcar. Bom, não me preocupo com isso pelos próximos 8 anos e meio mas se você vai para o México vale pesquisar com afinco.

        Desabafo: os fofos lançaram a resolução alguns dias depois de eu ter tido todo o trabalho de ir 3 vezes na rua Honduras tirar o visto. (Pq o Consulado do MÉXICO fica na rua HONDURAS alias?)

        Eu, particularmente, não entendo o site do consulado mexicano. E se você for lá eles te mandam entrar no site.

        Dica de ouro, se você precisar tirar o visto mexicano nunca, jamais, em tempo algum perca a hora da entrevista, especialmente se for a ultima do dia. No dia da minha primeira entrevista um imbecil tombou na Castello e eu demorei quase 4 horas de Alphaville para a rua HONDURAS. Me “borrar” do sistema deles foi mais dificil que conseguir o visto americano de longe.

    1. O consulado não, eles são quase práticos (entrevista + foto e tchau)… o sistema de agendamento em compensação é enrolado, ainda mais para casos que deram problemas como o meu. Aí eu não entendia nada, não tinha um tel e um e-mail e tive que ir lá uma vez a mais discutir a relação com o segurança (bem informado por sinal, rs).

  5. Estive no Panamá em junho e não precisei de visto, só carimbaram o passaporte na entrada. E o Panamá dá 30 dias de seguro saúde para os turistas (tem cartazes com isso para todo lado por lá).
    Um que está faltando na lista é o Vietnã.

Adoro comentários ! respondo todos :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s