Início > Blá blá blá > A crise na Europa = A volta da xenofobia

A crise na Europa = A volta da xenofobia

A Europa está quebrada.

Pelo menos é que os economistas do mundo estão dizendo e enfrentando nesses últimos meses. Os países Europeus estão apresentando um deficit público muito alta e também uma recente dívida altíssima, não parando de crescer.Os países da Grécia e Portugal estão em primeiro nesse ranking.  A situação da Grécia é de insolvência, ela está totalmente quebrada, e bem atrás está Portugal. Isso está gerando muita revolta e demonstrações públicas em vários países Europeus, pois o desemprego está no seu auge. Pessoas não conseguem mais arrumar emprego, os que tinham, estão sendo demitidos e os preços dos alimentos e outros artigos estão subindo cada vez mais, registrando também uma inflação altíssima.

E é aí que entra a volta da xenofobia nos países Europeus. O povo não está conseguindo arrumar trabalho e estão culpando os estrangeiros que vivem no país e tem emprego, estadia. Crimes estão acontecendo contra estrangeiros residentes em países Europeus e também muita discriminação contra eles. (maioria latinos e do leste europeu).

Essa semana saiu na capa da Newsweek com um tema mais ou menos assim : A Escolha Difícil da Europa. Essa escolha é o seguinte : deportar os estrangeiros ou não ? No artigo da Newsweek diz que se deportar esses estrangeiros, aí que a Europa QUEBRA por inteira, por que eles precisam dessa mão de obra estrangeira. Mas e a pressão do povo ? Vale ressaltar aqui que já faz algum tempo que  tanto os Brasileiros quanto outras nacionadades preferiram entrar na Europa e fazer a vida lá , do que ir para os USA, como era antigamente, pois entrar para os USA está cada vez mais difícil, e na Europa – nem visto precisa.

Analistas acreditam que essa será a grande crise do Euro , e que por alguns já era prevista. ( será ? )

Anúncios
Categorias:Blá blá blá
  1. Gabriela
    4 de setembro de 2013 às 4:35 PM

    a xenofobia nunca deixou de existir…

  2. 3 de maio de 2010 às 4:49 PM

    Oi Lu!
    Otimo post, o negocio por essas bandas ta tenso!
    =\

  3. 30 de abril de 2010 às 9:56 AM

    Faz tempo que eu não passava aqui! Adorei a idéia da entrevista, muito bacana. Um beijo, Mara

  4. Ana Paula
    29 de abril de 2010 às 10:32 AM

    Bom, o déficit é um problema real na Grécia, Portugal e Espanha. Os outros países tem suas contas equilibradas, mas o grande problema é que todos tem títulos da dívida desses países. Eu não me lembro bem a porcentagem, mas grande parte da previdência alemã foi investida em títulos da dívida pública da Grécia, então se a Grécia afunda, leva muita gente junto.
    Aqui na Dinamarca o povo ri por não ter entrado no Euro, eu acho bom também porque a moeda só tem se valorizado em comparacão ao euro. Eles fazem uma revolta com a possibilidade do desemprego quase ter atingido 3% no auge da crise… imagino que o Lulla daria saltos de alegria se o desemprego no Brasil caísse para 3%.
    Já a xenofobia é sim um problema na minha opinião, grande preconceito com islâmicos e europeus do leste…
    Enfim, mas o que mais me deixou chateada até agora foi essa porcaria de vulcão que arruinou meu planos de viagem 🙂

  5. 29 de abril de 2010 às 8:59 AM

    Eu já morei fora (NYC), já estudei e trabalhei fora (Alemanha) quando era mais nova (dos 19 aos 22 anos) e considero essa minha vivência internacional como a experiência que me possibilitou ter a vida que tenho hoje. Além disso, quando você está aberto, consegue aceitar com mais facilidade certas coisas, certas situações que aparecem quando ainda não se tem definido o que fazer no futuro.

    Só que hoje, eu só moraria fora se conseguisse em outro país um padrão de vida maior do que o padrão que eu tenho aqui, que é excelente. Até ouso em dizer isso, mas tinha que ser um puta padrão de vida mesmo – caso contrário fico aqui – seria meio nonsense sair, até porque, estrangeiro é sempre estrangeiro, falando a língua ou não. Pode até ter uma vida boa, mas nunca vai conquistar as maiores posições na empresa, dificilmente vai conseguir promoção antes de quem é nativo…

    E nesse ponto, acredito, que os brasileiros tinham que agir assim também. Infelizmente, brasileiro é tudo baba-ovo quando vê estrangeiro, sempre acha que os caras são melhores, que são mais isso e mais aquilo – e falando na minha área de trabalho, e mais especificamente dos alemães, eles pagam pau para os brasileiros. Só que muita gente não sabe disso.

    Bjos!

    PS. Lú, não tava pensando besteira não. hehehehe.

    • 29 de abril de 2010 às 9:05 AM

      o brasileiro pensa que morar fora é glamour…:)

      • 29 de abril de 2010 às 9:22 AM

        Sempre acham! Eu não sei se hoje, eu me contentaria com uma vidinha mais ou menos (não no sentido de dinheiro) mas no sentido de trabalhar num servicinho aonde as minhas habilidades são sub-aproveitadas, aonde eu não tenho muita chance de progredir, e lógico, trabalhar somente para ter o dinheiro para pagar as contas.

        Eu até penso que em algum momento da vida, a pessoa tem que abdicar dos prazeres, e ralar, trabalhar, engolir sapo – isso aconteceu comigo – mas o fruto disso tem que ser algo que te propulsione e não que te estagne. Afinal, nascemos para fazer diferença seja aqui no Brasil, seja em qualquer lugar 🙂

  6. 29 de abril de 2010 às 5:04 AM

    Lu
    E’ isso mesmo!! Pode colocar a Espanha nesse bolo tambem. Aqui chamam Portugal, Espanha e Grecia de PEG ou oralmente sai PIG, ou seja, sao a rale’ da Europa. A xenofobia na Catalunya aumentou muito desde o inicio da crise, a ponto de algumas provincias nao permitirem mais o empadronamento dos imigrantes sem documentacao espanhola e para conseguir a documentacao, primeiro precisam do empadronamento!!!!

    • 29 de abril de 2010 às 9:51 AM

      humm…muito boa sua opinião,Larissa !!!

  7. 28 de abril de 2010 às 9:26 PM

    Planejo estudar na Holanda dentro de 2-5 anos (é, tem tempo ainda).

    Essas histórias me assustam, mas acho que vc tem que fazer o que acha melhor pra sua vida. Se achar que o melhor é sair do Brasil, vá em frente. Preconceito existe em qualquer lugar, seja xenofobia na Europa, seja preconceito contra negors, homossexuais, judeus, muçulmanos ou simplesmente pobres.

  8. Thaís
    28 de abril de 2010 às 6:06 PM

    Lu,eu acho assim, o brasileiro acha lindo morar fora,nossa,isso é status para o povo,acho isso tão imbecil ! depois vão e vivem na merda.

    • 28 de abril de 2010 às 9:49 PM

      se você vai sem saber a lingua do lugar, ilegalmente, sem documento, sem ter onde ficar, trabalhando como garçonete pra sempre, com certeza vai viver na merda!

      • 28 de abril de 2010 às 9:55 PM

        com certeza.
        Todos os países Europeus que morei(Inglaterra,Suécia,Finlandia,Suécia,Rep Tcheca) eu tinha vistos de estudante ou de trabalho, convite de empresas,etc.Então,não tinha com o que me preocupar e minha vida era normal.

      • 28 de abril de 2010 às 9:55 PM

        oops ! esqueci da Russia..rsrs

        acho q não considero Russia Europa..rsrs

  9. monica
    28 de abril de 2010 às 5:28 PM

    E claro que eu já sabia que você além de historiadora e de descrever geograficamente bem o pais, ainda é uma excelente reporter.
    Esta certa. Mas e agora?
    com carinho MOnica

  10. 28 de abril de 2010 às 5:04 PM

    Atualemnte ainda prefiro mil vezes morar numa Europa “quebrada” do que um Brasil “prospero”. A organizacao e planejamento na Holanda ainda sao muito grandes por aqui. Calro que os holandeses sao muuuuito desconfiados dos estrangeiros, nem querem se misturar. Beth, esse lance de fazer uma prova basiquinha (NTII nivel 1)ainda no pais de origem ta muito certo. (O NTII – 2 e’ que e’ pesado). Quando cheguei aqui em 1999 a Holanda tava super escancarada, qualquer fudido analfabeto entrava no pais e automaticamente ganhava o passaporte holandes. Tinha tb tanto estrangeiro da pior especie que ganhava salario do governo ha mais de 15 anos, nao falava holandes e odiava a Holanda. Estudei holandes num curso do governo com pessoas extremamente desajustadas, que ganhavam todos os recursos do governo e morriam de odio de todos os valores da Holanda. Claro que tem que filtrar o nivel cultural de quem entra aqui !!

    • 28 de abril de 2010 às 6:00 PM

      Nossa, esses que odeiam o país que está morando, não respeita o povo, o que faz aí então ? esse povo realmente tinha que sumir !

  11. 28 de abril de 2010 às 3:48 PM

    Complicado.
    Vale lembrar que a união européia é, atualmente, mais um cartel do que um bloco econômico. A recuperação lá é uma questão de tempo, pois dispõe de recursos, tecnologia e mão de obra.

    Mas a questão não é tanto essa. A xenofobia é mais um conceito populista do que uma realidade aplicavel. A europa esta envelhecendo. Para se manter um povo, é necessário que cada mulher tenha 2,1 filhos( a média européia é de 1,52 filhos, na França, 1,1). O único povo que se mantém jovem são os mulçumanos e descendentes destes(cada mãe tem uma media de 5 filhos). Em 50 anos haverá mais mulçumanos e descendentes vivendo na europa do que “europeus legítimos”.

    Em 50 anos, querendo ou não, com economia quebrada ou não, viveremos(ou não) em uma nova ordem mundial.

  12. 28 de abril de 2010 às 3:24 PM

    haha, escrevi pintos, mas era pintores!
    uhu, foi typo mesmo, não estava pensando besteira XD
    Bjos!

    • 28 de abril de 2010 às 5:28 PM

      hahahaha olha a Ju pensando besteira…

  13. 28 de abril de 2010 às 3:23 PM

    É fato que em uma hora de crise, os empregos vão para os cidadãos. Mas isso acontece em todos os países da Europa e América do Norte, mas aqui no Brasil não é bem assim. Às vezes me pergunto quem é que está certo… o país que dá mais preferência para os cidadão (nativo ou não) e que paga imposto e está legalmente no país, ou o país que não liga para nada disso e dá emprego para qualquer um que seja qualificado mesmo sendo ilegal?

    Europeus sempre foram xenofóbicos, e a coisa piorou quando a globalização abriu as portas comerciais. E muita gente viu a chance de sair do país aonde mora para comecar em outro lugar. o fato é, que essas pessoas, fazem o serviço que os nativos não querem fazer – aka. eletricista, pintos, marceneiro, cozinheira, babá e afins e isso acaba causando a ilegalidade. Por isso, quem causa toda essa xenofobia são os próprios cidadãos, os mesmos que discriminam serviços, já que abrem espaço para aqueles dispostos a trabalhar assim.

    Bjos, Jú

  14. 28 de abril de 2010 às 2:49 PM

    oi lú! é a @ohsensation! mas, e quem está se planejando para morar na europa para viajar ano que vem? deve abandonar os planos por enquanto? o que você faria?

    • 28 de abril de 2010 às 2:53 PM

      JAMAIS DESISTIRRRR !!!

      Esse post não é pra isso. Tem que ir, vá mesmo !

      • 28 de abril de 2010 às 2:55 PM

        ai, desculpa, o que eu quis dizer é de ir para a europa para ESTUDAR. 3 anos!

  15. 28 de abril de 2010 às 2:48 PM

    mas, e quem está se planejando para morar na europa para viajar ano que vem? deve abandonar os planos por enquanto? o que você faria?

  16. 28 de abril de 2010 às 1:14 PM

    O grande problema é que os países gastam mais do que podem e o deficit está derrubandos muitas economias, mas eu não acho que o Euro vai quebrar, a Alemanha tem braço forte pra impedir isso. Mas eu nunca tinha pensado na crise pelo lado da xenofobia, é claro que os europeus pegam os melhores empregos, mas tem muita assistência pública pro imigrantes e isso vem do governo, logo dos impostos. Sem falar que eles aceitam trabalhar por salários menores também. A coisa ainda vai piorar.

  17. 28 de abril de 2010 às 1:07 PM

    <>

    Eu moro na Holanda aqui e posso AFIRMAR que em 90% dos casos não é assim. Os melhores empregos nas melhores empresas continuam indo para os holandeses, quanto a isso eles não precisam se preocupar ainda. Pra começar porque os estrangeiros que nasceram aqui (filhos de imigrantes marroquinos e turcos, por ex.) nem conseguem grau de instrução pra competir por já serem discriminados desde a escola primária. Uma longa estória…infelizmente sei do que estou falando!

  18. 28 de abril de 2010 às 1:03 PM

    Olha, eu moro na Europa – mais especificamente Holanda – há mais de 15 anos e sei bem do que você está falando. A coisa está preta sim e a xenofobia aumenta a cada dia, com partidos de extrema-direita cada vez mais fortes (aqui na Holanda mesmo temos o Gert Wilders com seu discurso xenófobo que me deixa arrepiada cada vez que ele abre a boca).

    Quanto aos empregos, a Europa iria quebrar de vez sim pela simples razão que esta massa enorme de imigrantes estrangeiros (e nem estou falando dos ilegais) trabalha em setores que eles mesmos não querem trabalhar. Sim, trabalhos braçais, garis de estação e ruas, seguranças e por ai vai. Gente que faz o trabalho sujo que os holandeses se recusam a fazer!

    Uma ressalta quando você diz que na Europa nem visto precisa…depende do país, a maioria tem uma política de imigração bastante rígida, como é o caso da Inglaterra e aqui da Holanda. Pra ter uma idéia, aqui na Holanda ANTES de entrar no país não apenas você precisa ter um visto de residência como precisa fazer um teste de idiona holandês (isso mesmo, pasmem) no seu país de origem antes de embarcar. Eu sei porque trabalho atualmente nesta área…Não está fácil pra ninguém, nem pra quem nasceu aqui e muito menos pros estrangeiros buscando um lugar ao sol.

    greetings from Amsterdam.

    • 28 de abril de 2010 às 1:06 PM

      eu quis dizer visto para entrar – não precisa.

  19. 28 de abril de 2010 às 12:54 PM

    Lu,

    Aí eu pergunto.. será que eles estão errados?
    Veja bem, nada justifica qualquer tipo de agressão ou violência às pessoas, estrangeiros ou não, e eu ão quero entrar no mérito de discussões políticas, mesmo porque nem embasamento eu tenho, mas eu fico perguntando, eu também não gostaria de estar desempregada no meu país vendo pessoas de outros países trabalhando na minha função…
    Vamos entender que a pessoa tenha a mesma função e qualificação que eu , dentro do meu país, eu desempregada e o cara que veio de outro país lá, com o empreguinho dele…
    Sei lá, só estou dando minha opinião de pessoa totalmente leiga nesse assunto… rsrs

    Um grande abraço com saudade.. 😉

    Lola

  1. No trackbacks yet.

Adoro comentários ! respondo todos :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: