Marrocos, Países Islâmicos, Tour2010

نهر أوريكا‎ – Vale do Ourika

Um pouco de saco cheio da confusão e caos de Marrakech, eu decidi pegar uma excursãozinha para fora da cidade, para as montanhas !!! Foi assim que cheguei ao Vale do Ourika, mais ou menos 1 hora de carro de Marrakech.

Que região linda ! é onde desce o Rio Ourika das Altas Montanhas do “Atlas” e formam caminhos e caminhos inteiros de quedas d’água, cachoeiras  pelas montanhas. A paisagem é algo surreal.

O lugar é habitado por um povo chamado “Berbere” – o povo bem nativo daquela região, o povo que vive nas montanhas, criam cabras, camelos, plantam, fazem artesanatos e também obviamente trabalham com o turismo.

A estradinha para chegar no alto do Vale do Ourika é muito trash !!! um perigo mesmo – não sei como passamos naquilo sem que caíssemos nas ribanceiras ( que horror ) – é super estreito, sem segurança alguma, e mais, um precipício atrás do outro. Lá embaixo você só vê aquela imensidão de rio e você está ali, bem na pontinha (deu medo).

As Montanhas do Atlas (esse é o nome ) – a qual você enxerga toda de fundo , cobertas de neve – é bem conhecida pelo povo que gosta de escalar montanhas nevadas e tals, é onde o pessoal gosta de fazer esportes radicais . Do Vale do Ourika , você vê essa montanha de fundo, em todo lugar que você vai. É bem bonito.

Também no Vale do Ourika , por ser um lugar bem turístico , e o pior – é onde o povo mais nativo se encontra, ou seja, muita POBREZA, você tem que tomar um certo cuidado, ou seja, muito cuidado. Tinha trechos que sentimos uma hostilidade e deu até medo de sermos roubados. O povo nos seguia o tempo todo e insistia muito em chegar perto, encostar na gente, tentar vender coisinhas , etc. Todos se sentiram um pouco hostilizados naquela área. E tivemos a prova dessa malandragem num restaurante que fomos.

Paramos num restaurante para almoçar e tentaram nos roubar na cara dura. Sem a gente perceber na hora, mudaram totalmente a notinha da nossa mesa, entregando uma conta totalmente equivocada. Na hora não percebemos e entregamos o dinheiro. Depois vimos o absurdo, o monte de dinheiro que custou aquela refeição.(é fácil se confundir com dinheiro estrangeiro – essa é a pegadinha ). Voltamos lá e falamos que a notinha estava errada. O cara que trouxe a nossa conta nem discutiu conosco, nem foi checar, e nos devolveu IMDEDIATAMENTE o nosso dinheiro. Achamaos estranho a atitude de ele nem checar o que estávamos falando. Claramente vimos que ele ficou com medo e devolveu o dinheiro na hora. – ele já sabia.

Nesse restaurante ninguém da nossa mesa gostou da comida. Estava tudo péssimo. Fui com os irmãos brasileiros Bárbara e Henrique, todos ficaram muito insatisfeitos, foi a maior decepção do Vale do Ourika, sem contar os moradores hostis.

Mas olha, é só tomar cuidado. Por mais que tenha esses pontos negativos, eu recomendo sim dar um tempo de Marrakech e conhecer lugares mais primitivos do Marrocos, como essas montanhas, esse vale que fomos. A paísagem vale muito a pena !!! Continua no próximo post ….

PS. esse cuzcuz marroquino que comi nesse restaurante, sem brincadeira gente, tinha gosto de terra. Estava horrível,sem sal, sem pimenta, sem tempero nenhum, o gosto que eu sentia era de terra pura. Deixei meu prato inteirinho, como também fizeram os irmãos brasileiros que estava comigo. Ninguém gostou.

Mais posts sobre o Marrocos, CLIQUE AQUI !!!!

Anúncios

23 comentários em “نهر أوريكا‎ – Vale do Ourika”

  1. Então, eu pensei no Chile tb; mas eu não tinha lembrado da Argentina!De fato, boa parte da Rússia e 97% da Turquia ficam na Ásia.Enfim, é bom conhecer o mundo, nem que seja pelas fotos da Lu.Valeu, tudo de bom:D

  2. Olá, Lu!! Que bom que vc está mostrando outros lugares, além da Europa!E o Marrocos é bem excêntrico, né?Tb vi no outro post que vc fez sucesso por ser ruiva(rsrs).Ah, achei triste o fato da pobreza (exclusão social existe em muitos lugares) – é o ônus do capitalismo!!!Até mais.Bjou.

  3. Oi Lu, na verdade 1 deles vc ainda não leu,foram:

    – Adeus, China;
    – Criança 44;
    – O garoto no Convés;

    Mais ainda tenho outros 3 na frente pra ler, mas tudo (ou quase) q vi no seu blog :), assim q chegarem esses na minha mãe ela vai me mandar os 6,rs,rs

    beijocas querida

    1. Olha Ju, nem pensei nisso – pois eu teria que alugar um carro ou no mínimo um camelo para chegar até esse lugar…rsrsrs…então até foi bom ter ido com outros turistas. Nossa van tinha 2 franceses, 2 holandeses , eu e + 2 brazucas.

      1. Lú, perguntei isso porque vc disse que sentiu um pouco de hostilidade. Essas excursões locais quebram o maior galho, e muitas vezes não dá para ficar sabendo delas se você não está lá no lugar 🙂

Adoro comentários ! respondo todos :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s